A Sogra Que Te Pariu Série

‘A Sogra que te Pariu’ – Uma tortura do início ao fim

Matheus Soares

|

13 de abril de 2022

Para os mais antigos, ou quem tem certo apresso por programas antigos, com certeza já se divertiu com ‘Sai de Baixo’, a marcante série de comédia feita em auditório, que fez seu nome na TV Globo. Caco Antibes, Magda e todo elenco com seus grandiosos bordões criaram uma linha de comparação atemporal. ‘A Sogra que te Pariu’ nova série da Netflix, estava mirando essa linha. Mas errou por quilômetros.

A produção conta a história de Dona Isadir (Rodrigo Sant’Anna), que durante o lockdown de março de 2020, foi morar com seu filho (Rafael Zulu) e sua nora (Lidi Lisboa). Assim como nós, os personagens pensam que a pandemia só duraria três semanas. No entanto, como todos bem sabemos, aqui estamos nós com dois anos de isolamento.

Sitcom de auditório e Elenco

A Sogra que te Pariu ‘reevisita’ um modelo que era muito usado nos anos 90/00 que é o estilo de série com plateia, onde em cada piada surgem uns risos ou aplausos. O que convenhamos, nessa série não ficou nada bom e ainda aumenta a vergonha de quem assiste. Além disso, o formato dá uma liberdade para os atores, que riem durantes as cenas, podendo, inclusive, improvisarem.

Mesmo a série sendo uma vergonha alheia e com piadas fracas, há o que se salve. Rodrigo Sant’Anna mesmo é um deles. Ele dá um show como Dona Isadir, que, com certeza, não deveria ser descartada após essa produção frustada. Além do veterano comediante, temos Pedro Ottoni, um novato na comédia que é muito bom, porém nem ele consegue salvar a esta produção do fiasco.

Outro ponto positivo em meios a tantas falhas é a oportunidade para novos comediantes, como Isaías, que é uma sensação no Instagram.

Conclusão

Enfim, a série aerta ao se apoiar muito no vocabulário suburbano da Dona Isadir. Contudo, a montagem das piadas é vergonhosa e, às vezes, até de mau gosto. Mesmo com um elenco muito bom, o processo criativo não foi lá dos melhores, tirando até mesmo o foco da comédia e fazendo o espectador passar raiva.

Por outro lado, a série tem seus méritos, como trazer novos “produtos” nacionais e arriscar em um modelo já bem conhecido dop grande público. Além disso, A Sogra que te Pariu, trouxe algumas pautas boas, com tema de humor. Por exemplo, a questão do tratamento sexual diferenciado entre filhos e filhas. Entretanto, mesmo com o “flop” dessa primeira temporada, a segunda (caso se confirme) pode vir com certas correções.

Onde assistir a série A Sogra que te Pariu?

A saber, a série A Sogra que te Pariu  estreou nesta quarta-feira (13) no catálogo da Netflix.

Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Por fim, não deixe também de acompanhar o UltraCast, o podcast do Ultraverso:

https://app.orelo.cc/uA26
https://spoti.fi/3t8giu7

Trailer da série A Sogra que te Pariu, da Netflix

A Sogra que te Pariu (Netflix): elenco da série

Pedro Ottoni
Rodrigo Sant’Anna
Lidi Lisboa
Rafael Zulu

Ficha Técnica

Título original: A Sogra que te Pariu
Diretor:  Alex Cabral
Criação: Rodrigo Sant’anna
Duração: 10 episódio de 25 minutos
País: Brasil
Gênero: Comédia
Classificação: 16 anos

Matheus Soares

Math, para os chegados, historiador e escritor (pelo menos tenta). Quadrinhos, livros e filmes são sua paixão, mas passa longe de ser "cult" ou "cinéfilo". Todos saúdem a Matrix!
5
Créditos Galácticos

Créditos Galáticos: 5

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme