‘A Vastidão da Noite’ é um dos grandes filmes do ano

‘A Vastidão da Noite’ é um dos grandes filmes do ano

Com simplicidade e trama envolvente, o sci-fi A Vastidão da Noite (The Vast of Night)  ganha público e crítica se tornando um dos grandes filmes de 2020.

A Vastidão da Noite é um daqueles filmes que tinha tudo para dar errado. Com baixíssimo orçamento, o projeto autoral do diretor e roteirista Andrew Patterson foi rejeitado em diversos festivais. Isso até receber destaque no Festival de Sundance em 2019. Posteriormente, foi indicado a melhor primeiro roteiro pelo prestigiado festival independente Spirit Awards (2020) e entrou no catálogo da Amazon Prime Video, recebendo, assim, distribuição internacional.

A trama

A película se passa no final da década de 1950, tendo uma premissa simples. Dois jovens de uma pequena cidade no interior do Novo México, a telefonista Fay (Sierra McCormick) e o radialista Everett (Jake Horowitz) captam uma estranha frequência de rádio pela noite. Depois de alguns ouvintes de Everett entrarem em contato informando estranhos avistamentos e luzes no céu, ambos decidem investigar enquanto o resto da cidade assiste a um jogo de basquete no ginásio do colégio local.

O filme é surpreendente não pela história que é contada, mas como ela se desenvolve. Esqueça as parafernálias tecnológicas e efeitos especiais comuns em filmes de ficção científica. Patterson cria um clima de mistério apostando em diálogos ágeis, intensos e, por vezes, extensos. Mas não soam monótonos pelo carisma e talento dos atores.

Assuntos como machismo, sexismo, racismo, o medo do desconhecido, paranoia e alienação permeiam a trama. Enquanto isso, a dupla de protagonistas aguça nossa curiosidade conforme os detalhes são revelados em virtude de suas investigações.

A Vastidão da Noite crítica

Foto: Amazon Prime Video / Divulgação

Contextos históricos e referências

A Vastidão da Noite nos transporta para uma época que não mais voltará, destacando a importância do rádio, o desenvolvimento da tecnologia durante a “Guerra Fria” e o fascínio que esse assunto causava – impossível não citar o diálogo (novamente) em que os protagonistas abordam as tecnologias que o futuro promete.

O longa brinca com o espectador conforme é exibido. Em diversos momentos, através de uma TV antiga, ele faz referência à clássica série “The Twilight Zone”. Aliás, referências e homenagens a clássicos de ficção-científica não faltam: filmes como “ET”, “Contatos Imediatos do Terceiro Grau”, “Guerra dos Mundos” e “1984”, de George Orwell, bem como a premiada série” Arquivo X”, podem ser entendidas como fontes de inspiração. E, mesmo assim, o diretor consegue imprimir sua identidade ao projeto.

Por fim, A Vastidão da Noite demonstra que um ótimo filme. Com enredo envolvente, trama misteriosa e ritmo agradável, não depende do dinheiro envolvido na produção. Pode ser apreciado tanto como um sci-fi, que tem como principal elemento a busca por explicações em meio a um evento envolvendo extraterrestres, ou como uma alegoria para discutir a sociedade, sua alienação, paranoia e medo do desconhecido.

Você escolhe, pois o mistério não se encerra com os créditos finais do filme.

TRAILER

FICHA TÉCNICA

Título original: The Vast of Night
Direção:Andrew Patterson
Elenco: Sierra McCormick, Jake Horowitz
Distribuição: Amazon Prime Video
Data de estreia: sex, 29/05/20
País: Estados Unidos
Gênero: ficção científica, suspense
Ano de produção: 2020
Duração: 90 minutos
Classificação: 13 anos

8.8
Créditos Galáticos
Créditos Galáticos: 9
13 user votes x 8.8
TAGS
Compartilhe