As Aventuras de Tadeo 2 O Segredo do Rei Midas crítica do filme Netlfix

Foto: Netlfix / Divulgação

‘As Aventuras de Tadeo 2’ vai divertir crianças e adultos

Bruno Oliveira

|

4 de julho de 2022

Sequência da animação de 2012, o filme As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas (Tadeo Jones 2: El Secreto del Rey Midas), produção animada em parceria entre Espanha e Estados Unidos, chegou recentemente ao catálogo da Netflix. Infelizmente, o filme original só pode ser encontrado no Brasil por meio de compra e aluguel nas plataformas digitais.

Na trama desta continuação, Tadeo é um simples pedreiro que cursa o início da faculdade de Arqueologia, tem grande sonhos e a capacidade de se meter em grandes aventuras. Ao descobrir que o colar do Rei Midas (o rei que transformava tudo em ouro ao tocar) foi achado e perceber que ele realmente existiu, o protagonista parte ao lado de um grupo bem peculiar de amigos pelo mundo para impedir que a poderosa peça caia nas mãos de pessoas que desejam usar esse poder para o mal.

Leia também:

‘Minions 2: A Origem de Gru’ é um deleite para os fãs

Veja as novidades da Netflix para Julho de 2022

Conheça os personagens de ‘Thor: Amor e Trovão’

Aventura infantil e honesta

A influência de Indiana Jones é claríssima no personagem em diversos níveis. Primeiro: o chapéu em que ele diz abertamente que é por causa do personagem; segundo, ele cursa Arqueologia; terceiro, o nome original do personagem é Tadeo Jones. Dito isso, a ideia dessa animação é justamente ser uma aventura aos moldes do filme citado. E faz isso muito bem. Acabamos nos deparando com uma história infantil e honesta, que vai agradar a todos os públicos. Não posso esquecer também que ele lembra bastante o personagem Tintim criado por Hergé.

As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas nos traz uma história bem simples e de fácil entendimento. Ele não se preocupa em perder tempo com nada mirabolante, por isso a trama vai do ponto A ao B e C sem enrolação. Alguns elementos do gênero são entregues a todo momento e isso nos dá uma sensação de que já vimos isso, ao mesmo tempo em que ficamos bem confortáveis com o que estamos assistindo.

É uma animação infantil, mas que não faz a criança de boba. Isso deixa a criança bem entretida enquanto os pais também consigam usufruir do tempo gasto. A diversão fica, principalmente, para os animais que acompanham os nossos protagonistas e a múmia (que provavelmente foi apresentada no primeiro filme), o melhor personagem de longe. Certamente me fez soltar umas risadas tímidas, mas que foram o suficiente para abraçá-lo.

Conclusão

As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas é uma ótima pedida para se assistir após aquele almoço em família de domingo. Todo mundo com barriga cheia e com aquela união feliz familiar. Um ótimo “Temperatura Máxima”. Temos alguns problemas dignos de produções infantis, mas isso não importa aqui. O longo é perfeito no que se propõe. Pode parecer por vezes uma aventura genérica que você já tenha visto por aí e tudo bem. O que vale é o resultado final que agrada pais e filhos.

Onde assistir ao filme As Aventuras de Tadeo 2?

A saber, As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas já pode ser encontrando no catálogo da Netflix e também na Globoplay.

Aliás, está de olho em algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Não deixe de acompanhar o UltraCast, o podcast do ULTRAVERSO:

https://app.orelo.cc/uA26

https://spoti.fi/3t8giu7

Trailer do filme As Aventuras de Tadeo 2

As Aventuras de Tadeo 2 – Elenco do filme

Óscar Barberán
Michelle Jenner
Adriana Ugarte
Miguel Ángel Jenner

Ficha Técnica: filme As Aventuras de Tadeo 2 (Netflix)

Título original do filme: Tadeo Jones 2: El Secreto del Rey Midas
Direção: David Alonso
Roteiro: Enrique Gato
Duração: 85 minutos
País: Espanha e Estados Unidos
Gênero: animação, aventura e comédia
Ano: 2017
Classificação: livre

Bruno Oliveira

3

Créditos Galáticos: 3

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme