BaianaSystem apresenta novas possibilidades para a faixa ‘Saci’; ouça

BaianaSystem apresenta novas possibilidades para a faixa ‘Saci’; ouça

Assim que o BaianaSystem lançou o seu terceiro disco, ‘O Futuro Não Demora‘ (fevereiro de 2019), uma das faixas ganhou rápida projeção e receptividade ao vivo. Intitulada “Saci”, a música  apresenta um personagem lúdico e passível de variadas interpretações dentro do álbum (e ainda perpassa o folclore brasileiro). Originalmente produzida por Dudu Marote, a canção acaba de ganhar novos contornos sonoros em um remix feito pelo Tropkillaz ainda um videoclipe, já disponível no canal do YouTube da banda.

— Percebemos que o ‘Saci’ permitia muitas interpretações e sempre pensamos nessa música como a ideal para dar autonomia interpretativa para outros artistas e outras linguagens – afirma a banda, que completa 10 anos de carreira em 2019.

UM SER FOLCLÓRICO E URBANO

A partir daí surgiu a somatória criativa do grupo com Rafael Kent, responsável pela direção do clipe, e com a agência AKQA, referência no mercado audiovisual. Estes foram designados a reimaginar a figura presente no single. Gravado em São Paulo, o videoclipe de “Saci” apresenta, sobretudo, um personagem mais urbano, mas, em sua essência, com os mesmos “superpoderes” do ser folclórico.

Leia mais:

MUSICAL ‘CAZUZA – PRO DIA NASCER FELIZ’ VOLTA AOS PALCOS EM SÃO PAULO
BAIANASYSTEM SACODE A FUNDIÇÃO PROGRESSO COM O ‘SULAMERICANO SHOW’ 

“Apesar do Saci ter uma carga infantil, lúdica e ligada ao nosso folclore, na Bahia os termos “Saci” ou “Sacizeiro” é utilizado para personificar pânico ou consumo de drogas”, explica o BaianaSystem. “Nisso se cria uma linha tênue, muito perigosa e que destrói a possibilidade desse Saci se firmar como uma força, um espírito leve, de alegria e de uma inventividade típica do imaginário brasileiro; e que está ligado à nossa ancestralidade”, completa.

Com a abertura de horizontes proposta por Tropkillaz e o lançamento do videoclipe, o grupo de Russo Passapusso (voz), Roberto Barreto (guitarra baiana) e Seko Bass (baixo) segue na construção do seu inventivo e necessário discurso, reafirmando valores culturais, propondo o entendimento das suas referências e a contextualização do momento atual.

Ficha Técnica | Agência | AKQA:

Agência: www.akqa.com
Diretores de Criação Executivos: Hugo Veiga, Diego Machado
Diretor de Criação de Grupo: Renato Zandoná
Diretor de Arte: Christiano Vellutini
Diretora de Projeto: Paula Santana
Gerente de Projeto: Yago Freitas Sant’Anna
RTVs: Maya Montenegro e Stella Gafo
Diretora de Estratégia e Inovação: Luiza Baffa
Estratégia: Lidiane Angelo

Ficha Técnica | Produtora de Áudio | Capitão Foca:

Produtora: Capitão Foca | www.capitaofoca.com
Gerente de Projeto: Zá Coelho
Edição de som/Foley/Mixagem: Felipe Parra e Pedro Vituri.

Ficha Técnica | CAVE:

Produtora: Cave | www.cave.tv.br
Direção: Rafael Kent
Produção Executiva: Rafael Kent, Rafael Marquez e Tânia Assumpção
Direção de Fotografia: Luiz Maximiano
Roteiro: Rafael Kent e Renan Chagas
Pesquisa Criativa: Daniel Tandy

TAGS
Compartilhe


Leia também