CRÍTICA | ‘Homem-Formiga e a Vespa’ entrega diversão da qualidade que se espera da Marvel

CRÍTICA | ‘Homem-Formiga e a Vespa’ entrega diversão da qualidade que se espera da Marvel

Quem assistiu Vingadores: Guerra infinita (existe algum que não assistiu???) certamente sentiu falta de alguns heróis durante a trama, além do grande mistério ‘por onde andará Clint Barton?’. Homem-Formiga, que é outro antigo Vingador das HQ’s, estreia seu segundo filme no MCU no próximo dia 05: Homem-Formiga e a Vespa. Sem muitas (mas significativas) referências ao blockbuster anterior, o longa entrega diversão da qualidade que se espera da Marvel Studios.

REFRESQUE A MEMÓRIA: Lembre como foi o primeiro ‘Homem-Formiga’

Com um roteiro bem amarrado e piadas bem colocadas (pelo menos a grande maioria!), as quase duas horas de filme passam rápido. Contudo, não espere que uma joia do infinito apareça aqui ou ali. O filme se passa por volta de dois anos após Guerra Civil e momentos antes da chegada de Thanos em Guerra Infinita. Além disso, o pessoal em miniatura, de uma maneira muito acertada, tem seus próprios problemas e objetivos. Scott Lang (Paul Rudd), agora arca com a responsabilidade das decisões que tomou ao se unir ao “Time Capitão América”. Então, agora, cumprindo prisão domiciliar por ter desacatado o Tratado de Sokovia, o filme mostra um Scott muito mais responsável, além de um estreitamento da relação entre sua filha, e que, na minha opinião, rouba a cena em grande parte do longa.

Por que Capitã Marvel pode se tornar o melhor filme da Marvel?

Dr. Hank Pym (Michael Douglas), está focado na ida (e volta) de Scott Lang ao mundo quântico, mostrado no primeiro filme, e decidido a ir em busca de quem outra hora foi sua parceira: Dra. Janet van Dyne (Michelle Pfeiffer), a Vespa original. Fãs do quadrinho conhecem a história. E ela, mais uma vez, é recontada no começo do longa. Para quem não se lembra, essa passagem também foi vista no primeiro Homem-Formiga, mas, de fato, foi melhor desenvolvida no segundo longa.

Especial 10 anos da MARVEL NO CINEMA

Além de Scott Lang de volta ao uniforme, contamos com Hope Van Dyne no papel da Vespa. A filha de Dr. e Dra. Pym atua ao lado do pai na busca por respostas sobre sua mãe, que continua perdida no mundo quântico. Mas ela não estará sozinha nessa empreitada, pois, além de Scott, temos a presença de seus companheiros, que, até então, o ajudaram nas falcatruas no primeiro longa. Mas deixando o passado de lado, os agora sócios de Scott se tornam ótimos sidekicks na trama dessa segunda aventura, além de proporcionarem as maiores sequências de risos.

Como começar a ler quadrinhos | Episódio 1: MARVEL – Vingadores

Sobre a oposição, temos alguns pontos interessantes. O aparecimento do “fantasma”, num primeiro momento, gera dúvidas, pois os fãs mais aficionados se lembraram do vilão que também integrou os “Thunderbolts/Dark Avengers” sob o comando de Norman Osborn (uma passagem bem interessante). Na HQ, ele tenta sabotar as indústrias de Tony Stark, o Homem de Ferro. No filme, esse vilão é vivido pela atriz Hannah John-Kamen, de Black Mirror, movida por um sentimento de vingança e contando com a ajuda de Doutor Bill Foster (Lawrence Fishburne). Eles tentam a quase todo custo se apoderarem do laboratório “móvel” de Hank Pym. Sonny Burch também está no filme, interpretado por Walton Goggins. Aqui, novamente, os fãs da HQ devem se lembrar desse personagem que aparece nos quadrinhos do Homem de Ferro. No longa, ele não passa de um vilão canastrão, mas que, ainda assim, dará muito trabalho para toda equipe de Scott.

Como começar a ler quadrinhos | Episódio 3: MARVEL – Aranhas, carcajus e magos supremos

Em termos de humor, o roteiro traz pontos interessantes e passagens bem criativas! Outros pontos da produção, de maneira até insolente, não agradarão a todos… A tão esperada revelação do mundo quântico deixa um pouco a desejar. Mas, de fato, Homem-Formiga e a Vespa é um ótimo filme e, ao final, deixará ainda maior a expectativa para a aparição da Capitã Marvel, até então desconhecida no mundo das telonas.

Leia mais CRÍTICAS DE FILMES

E claro! Como já sabemos, a Casa das Ideias adora uma(s) ceninha(s) pós-créditos. Se prepare para duas. Atente-se bem a primeira, que vem logo após o filme terminar. Essa vale muito a pena, talvez até mais que o longa em si. A segunda vem no final de todos os créditos. Esta certamente vai mostrar do que eles são capazes para lhe prender dentro do cinema.

Curta o BLAH! no FACEBOOK

::: TRAILER

::: FOTOS

[soliloquy slug=”homem-formiga-e-a-vespa”]

::: FICHA TÉCNICA

Título original: Ant-Man and the Wasp
Direção:Peyton Reed
Roteiro: Chris McKenna, Erik Sommers, Andrew Barrer, Gabriel Ferrari, Paul Rudd. Baseado nas histórias em quadrinhos de Stan Lee, Larry Lieber e Jack Kirby
Elenco: Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michael Douglas, Hannah John-Kamen, Michelle Pfeiffer, Lawrence Fishburne, Walton Goggins
Produção: Stan Lee, Kevin Feige, Victoria Alonso, Mitchell Bell, Stephen Broussard, Louis D’Esposito, Charles Newirth, Lars P. Winther
Distribuição: Disney
Data de estreia: qui, 05/07/18
País: Estados Unidos
Gênero: ação
Ano de produção: 2018
Trilha sonora: Christophe Beck
Fotografia: Dante Spinotti
Edição: Dan Lebental, Craig Wood
Design de produção: Shepherd Frankel
Direção de arte: Rachel Block, Michael E. Goldman, Kiel Gookin, Calla Klessig, Calla Klessig
Jay Pelissier, Domenic Silvestri, Clint Wallace
Decoração de set: Gene Serdena, Christopher J. Wood
Figurino: Louise Frogley
Estúdio: Marvel Studios

TAGS
Compartilhe


Leia também