CRÍTICA | ‘O Quebra-Cabeça’ mostra com um “renascimento” faz bem para qualquer ser humano

Ricardo Matui

|

21 de novembro de 2018

Todos nós temos um hobby não é mesmo? Sendo para matar o tempo, ou até mesmo como uma terapia da nossa vida corrida e problemas pessoais. O Quebra-Cabeça (Puzzle) mostra praticamente isso, mas com algumas particularidades.

Procuram-se colaboradores para o BLAH!

Agnes (Kelly Macdonald) é uma típica dona de casa norte-americana dos anos 90, que dedica sua vida inteiramente ao seu marido e seus dois filhos, não tendo mais nada em mente. No começo, temos uma ideia geral do que acontece na vida dela, com ela preparando sozinha uma festa para alguém. Enquanto os convidados chegam e ela os serve, tudo de maneira tranquila, da forma mais metódica do mundo, vamos descobrindo que quem está fazendo aniversário é ela mesma. Ou seja, ninguém a ajuda nas atividades domésticas enquanto o marido e os filhos trabalham para manter o padrão de vida deles.

‘MISSÃO: IMPOSSÍVEL – Efeito Fallout’ chega as lojas em Blu-ray e DVD

Porém, tudo muda na vida de Agnes com um simples presente: um quebra-cabeça de 1000 peças. Não sei se alguém já tentou montar um quebra-cabeça com tantas peças, mas já aviso logo: demora muito tempo para conseguir essa façanha, ainda mais sozinho. No entanto, a protagonista, com todos seus trejeitos, consegue montá-lo em um tempo inacreditável e, assim, nasce algo dentro dela que nem a própria sabia que existia. Não se dando por satisfeita com somente esse desafio, ela vai a uma loja na qual vendem somente quebra-cabeças e, lá, encontra alguém que está a procura de um parceiro para montá-los. Dessa forma começa a evolução dessa mulher do alto de seus 40 anos.

Aquaman | Trailer final traz cenas inéditas e herói sendo treinado por Vulko: Assista!


Foto: Sony Pictures / Divulgação

O parceiro em questão Robert (Irrfan Khan) é um inventor que está sem ideias e que se apaixonou pelo desafio de montar algo em tão pouco tempo. Com a perda de sua esposa nesse processo, ele estava à procura de um parceiro para disputar um campeonato, até que encontra Agnes. Podemos dizer que é uma dupla bem excêntrica, e, depois de alguns encontros de treino, eles veem um ao outro mais do que companheiros em uma competição. A dupla, então, começa a filosofar sobre a vida em que cada um leva, chegando a afetar suas respectivas decisões, deixando-a mais decidida em fazer algo para ela mesma.

Consciência Negra | Entenda por que ‘Corra!’ é um dos filmes mais importantes das últimas décadas

O Quebra-Cabeça é um filme simples – como retratam bem a trilha sonora e fotografia -, porém, com um ponto de vista muito interessante do diretor Marc Turtletaub, revelando como algumas mulheres viviam – ou vivem – em um mundo só delas, e como esse “renascimento” faz bem, não só  para donas de casa, mas qualquer ser humano.

::: TRAILER

::: FICHA TÉCNICA

Título original: Puzzle
Direção: Marc Turtletaub
Elenco: Kelly Macdonald, Irrfan Khan
Distribuição: Sony
Data de estreia: qui, 15/11/18
País: Estados Unidos
Gênero: drama
Ano de produção: 2018
Duração: 103 minutos
Classificação: 12 anos

Ricardo Matui

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme