CRÍTICA | ‘TIDELANDS’ (1ª Temporada)

CRÍTICA | ‘TIDELANDS’ (1ª Temporada)

Tidelands é uma série de tv australiana que entrou no catálogo da Netflix no dia 14 de dezembro de 2018 e desde então conquistou o coração do público. Com um enredo voltado para sensualidade e mistérios o telespectador se envolve na magia envolta no grupo de sereias que se revelam pouco a pouco em cada episódio desde a abertura da série até o seu momento final.

Leia mais:

Netflix divulga imagens de ‘Coisa Mais Linda’, sua nova série original brasileira
NETFLIX | Confira os lançamentos de fevereiro de 2019

Um seriado que conta com protagonistas mulheres com papéis fortes e determinados, onde são capazes de tudo para conseguir o que querem. De um lado temos Cal MCTeer (Charlotte Best), que foi condenada a 10 anos de prisão pelo assassinato de um policial local, após ser libertada ela volta para Orphelin Bay, a cidade onde cresceu, atrás de respostas sobre os segredos do seu passado que envolvem sua família e outros moradores da cidade. Do outro lado, temos Adrielle Cuthbert (Elsa Pataky) que lidera um grupo de pessoas que sensuais e enigmáticas, os Tidelands, eles são filhos de sereias com humanos o que faz com que possuam alguns dons especiais.

https://www.youtube.com/watch?v=pTvhai4EM9Q

Ao longo da história são revelados alguns dos segredos que envolvem tanto a vila de pescadores quanto o grupo de sereias e seus descendentes. De maneira muito natural a trama vai se desenvolvendo como um enigma, onde cada peça vai se encaixando e nos deixando mais ansiosos para o próximo detalhe a ser revelado. Além do enredo principal existem muitos acontecimentos paralelos com personagens secundários que acabam tendo bastante importância no desenvolvimento dos episódios.

TIDELANDS/ NETFLIX/ DIVULGAÇÃO

Contando com um plano de fundo de paisagens encantadoras Tidelands abusa do visual para conquistar a atenção do público. Além de contar com elenco charmoso e bastante envolvido em seus personagens, com maior destaque para Elsa Pataky que nos entrega uma vilã inescrupulosa e sedutora de maneira que não somos capaz de odiá-la não importa o quão cruel sejam as suas ações. Marcos Pigossi, que interpreta Dylan, começa com um personagem com pouca importância e ao longo da série vai ganhando mais espaço para desenvolver o seu trabalho, o que faz muito bem por sinal.

Leia mais:

CRÍTICA | ‘YOU’ (1ª TEMPORADA)
CRÍTICA | ‘Polar’

A Netflix acertou em cheio ao trazer essa maravilha em forma de série para o Brasil e nós só temos a agradecer e nos deliciar com seus personagens e seus dramas pessoais. É um seriado que engloba gêneros de ação, suspense e drama de maneira que agrada e nos deixa entusiasmados para as próximas temporadas.

::: TRAILER

https://www.youtube.com/watch?v=KwWghyOcS4Q

::: FICHA TÉCNICA

Temporada: 1
Elenco: Charlotte Best, Aaron Jakubenko, Peter O’Brien, Madeleine Madden, Mattias Inwood, Elsa Pataky, Marco Pigossi, Dalip Sondhi.
Produção: Netflix                                                                                                                                                  Gêneros: Drama, Filme policial, Sobrenatural
Ano: 2018
Estreia: 14/12/2018

TAGS
Compartilhe


Leia também