‘Dark’ | Terceira temporada mantém o ritmo e a complexidade

‘Dark’ | Terceira temporada mantém o ritmo e a complexidade

Dark é uma história de amor além do tempo e espaço: terceira temporada de Dark tem desfecho épico, mas que pode não agradar todos os fãs

A Série alemã Dark é um fenômeno surpreendente. Como explicar tamanho sucesso? Seu idioma original é o alemão, o que por si só já afasta uma parte do público. Além disso, a trama é intricada, aparentemente confusa, se proliferando na internet vídeos que procuram explicar presente, passado e o futuro dos personagens envolvidos. Ainda assim, as viagens temporais criam inúmeras possibilidades, paradoxos, conexões entre as histórias e personagens que beiram a insanidade – quem nunca teve a sensação do cérebro explodir quando os mesmos “eus” de tempos distintos se reúnem para conversar sobre o que está acontecendo com seus personagens?

Leia mais:

CRÍTICA | ‘Dark’ (2ª Temporada)

Entenda os símbolos que aparecem na série

CRÍTICA | ‘Dark’ (1ª Temporada)

Mas ainda não acabou. Adicione a essa “loucura quântica” um pouco de filosofia. Um pouco não, MUITA filosofia. Livre-Arbítrio, Determinismo, Existencialismo, Pessimismo, Nietzsche, Schopenhauer, Sartre, Cristianismo e o pior: uma história de amor. Não se engane, Dark é uma história de amor. Tão complexa quanto uma boa história de amor pode ser.

Além disso, falar de Dark sem entrar em “spoiler” é complicado. Em especial da terceira temporada, que os fãs criaram grande expectativa em razão de ser a última, a que possivelmente irá preencher todas as lacunas. Por isso, estou sendo vago. Propositalmente vago. Pois, qualquer spoiler, independente da temporada, pode estragar a experiência. Aqui, iremos seguir a lógica do “se tá no trailer não é spoiler”. Então, nada além do que foi exibido no trailer será comentado sobre a terceira temporada.

Dark, contudo

Divulgação / Netflix

CONTINUA COMPLEXA

Assim, como o esperado pelos fãs, a série ganha mais complexidade (juro) com a introdução de um novo elemento: a existência de outro mundo e de três misteriosos novos personagens – que na realidade são o mesmo personagem, coexistindo em suas versões do presente, passado e futuro. Se preparem para a introdução de novos conceitos de física quântica, buracos de minhoca, paradoxos e mais uma tonelada de informações e conexões. Sim, isso quer dizer que você ainda vai precisar de um bom lápis, borracha e bloco de papel para entender o que se passa – e ainda assim correr o risco(quase certo) de não entender tudo.

Porém, não, a terceira temporada não responde todas as perguntas. Nem todos os mistérios são revelados. Ao terminar, você, eu e até mesmo os autores, conforme revelaram em entrevistas recentes, vão ficar confusos. Isso pode, imagino, decepcionar alguns fãs. Porém, você esperava algo diferente? Acreditava mesmo que tudo seria explicado, em seus detalhes, para o espectador? Não, claro que não. Dark é sobre um amor que atravessa o tempo, espaço, mundos e a realidade e, como o amor, não se explica: se sente.

TRAILER

DARK – FICHA TÉCNICA

Título original: Dark
Temporada: 3
Episódios: 8
Craidor(es): Baran bo Odar, Jantje Friese
Elenco: Louis Hofmann, Oliver Masucci, Jördis Triebel, Maja Schöne, Sebastian Rudolph, Anatole Taubman, Mark Waschke, Karoline Eichhorn, Stephan Kampwirth, Anne Ratte-Polle, Andreas Pietschmann, Lisa Vicari, Angela Winkler, Michael Mendl
Produção: Netflix
Distribuição: Netflix
Gênero: drama, ficção científica, suspense
Ano: 2020
Classificação: 16 anos

9.2
Créditos Galáticos
Créditos Galáticos: 9
4 user votes x 9.3
Muito boa.
TAGS
Compartilhe