Do Mangá ao Anime – Os principais gêneros de mangás

Vinícius Rodrigues

|

18 de dezembro de 2015

Vimos no último artigo como surgiu o mangá no Japão e como ele se desenvolveu com o tempo (se você não viu, clique aqui!), vimos também que existem diversos mangás que abrange todos as faixas etárias, desde a criança até os mais velhos. A partir de agora chegou a hora de conhecer como esses mangás são classificados, pois será importante para conhecer posteriormente como são publicados os mangás.

Por abranger muitas idades, os mangás foram divididos por gêneros, cada um visa atingir um público alvo especifico. Há boatos que existam cerca de 43 gêneros diferentes de mangás, mas ninguém consegue precisar ao certo, entretanto hoje falaremos sobre os gêneros mais conhecidos e mais vendidos, citaremos exemplos de títulos para ficar mais fácil entender o estilo de cada gênero seguida de uma breve explicação sobre cada um.

Vamos a eles!

Kodomo:

O gênero Kodomo é voltado para as crianças, com temas voltado para a educação infantil, os mangás kodomo tem por finalidade educar as crianças enquanto elas se divertem. As tramas são bem simples, sempre puxando para um lado mais ético. Os desenhos são sempre bem estilizados para chamar a atenção.

Temos alguns bons exemplos desses mangás:

  • Pokémon
  • Astro Boy
  • Digimon

Shonen ou Shounen:

Disparado o gênero de mangá de maior sucesso no mundo todo, muitas obras que chegam até nós são desse estilo de mangá que é dedicado a um público masculino infanto-juvenil com idade entre 10 e 17 anos.

A principal característica desse gênero são os personagens que, em sua maioria, são jovens com um sonho que quer realizar e para isso conta com a amizade dos companheiros para finalmente chegar a vitória depois de passar por inúmeras dificuldades. Basicamente esse é o enredo de um mangá shonen, sempre enfatizando os valores de amizade, companheirismo e superação de desafios.

O gênero também é marcado pelas lutas entre os personagens, o shonen é essencialmente um mangá de lutas.

São muitas obras que exemplificam esse estilo, vamos a alguns exemplos conhecidos de todo mundo:

  • Dragon Ball
  • One Piece
  • Naruto

Shojo ou Shoujo:

O Shojo aborda a mesma faixa etária do shonen, com a diferença de que é dedicado às meninas. Ele não chega a ser o sucesso que é o shonen, mas há muita adesão a esse gênero de mangá.

As tramas do shojo, em sua maioria, são focadas nos sentimentos adolescentes e nas inseguranças femininas. A principal característica do shojo são os romances, garotos doces e gentis, normalmente magros e com cabelos espetados.

São exemplos de shojo os mangás:

  • Orange
  • Vampire Knight
  • Lovely Complex

Seinen:

Aqui é o meu gênero preferido de mangás! O Seinen é semelhante ao shonen, podemos dizer que é a “versão adulta” do segundo gênero que citamos aqui. Esse estilo de mangá atinge um público a partir dos 18 anos de idade.

Esse gênero possui tramas mais bem orquestradas e sombrias. Com traços às vezes realista, os mangás seinen possui cenas fortes como decapitação, muito sangue, palavras de baixo calão e cenas de sexo. Predominantemente, assim como o shonen, os mangás seinen são de lutas, mas nem sempre isso ocorre. Pode acontecer de haver títulos com uma trama sem lutas, porém bem complexa, é o caso de Death Note.

Os mangás mais conhecidos desse gênero são:

  • Death Note
  • Berserk
  • Vagabond

Josei:

Assim como o seinen é o shonen adulto, o josei é o shojo adulto. Destinado a mulheres maiores de 18 anos, o josei não possui elementos como a romantização exacerbada, amores à primeira vista ou garotos magros, bonitinhos e de cabelo espetado

Tudo isso dá lugar a homens elegantes, tramas bem orquestradas, complexas e cenas mais sexuais. As histórias abordam a vida cotidiana das mulheres japonesas, mas não se prende a isso, pode haver as histórias mais fantasiadas também.

Exemplos de mangás Josei:

  • Nana
  • Paradise Kiss
  • Kawaii no Kao Suki

Ecchi:

Também destinado ao público adulto, os mangás do gênero ecchi são bem mais picantes do que os anteriores. Ele pode abordar tramas variadas, desde lutas até apocalipse zumbi, mas uma coisa terá em comum em todas, certamente haverá muita calcinha aparecendo e muitos seios de fora.

Os Ecchis são bem mais sensuais e por isso tem essas características, mas eles não possuem cenas explicitas de sexo.

Os mangás ecchis são bem famosos, como por exemplo os títulos:

  • High School of the Dead
  • Air gear
  • Boku no Futatsu no Tsubasa

Hentai:

Esse já é um pouco mais conhecido, certamente já deve ter ouvido falar nos “pornôs em quadrinhos” basicamente é isso mesmo, o hentai é o gênero de conteúdo adulto, contendo cenas de sexo explícito entre os personagens. Podemos citar como exemplo os mangás:

  • Kyoushi to Seito to
  • Take On Me
  • Velvet Kiss

É bom dizer que apesar das classificações de público alvo, qualquer um pode assistir a qualquer gênero. Os mangás shonen apesar de ser voltados para um público adolescente, tem uma audiência de pessoas mais velhas que impressiona. Portanto, não se prenda a somente um gênero, se quiser conhecer mais na prática, procure ler ao menos um título de cada gênero que você verá todas as características citadas aqui.

Agora que conhecemos os principais gêneros, no próximo artigo veremos como funciona a publicação de mangás no Japão e as principais revistas e editoras! Não perca!

Vinícius Rodrigues

Graduando em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas. Fã de animes, mangás, música clássica e cultura em geral.
Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme