Falcão e o Soldado Invernal: guia completo com as referências das HQs

Falcão e o Soldado Invernal: guia completo com as referências das HQs

Wandavision chegou ao fim e agora nos resta aguardar a estreia a próxima série do Marvel Studios. Mas, como não poderia faltar, preparamos para você um mega guia de leitura de HQs completo com as referências para acompanhar Falcão e o Soldado Invernal.

A Origem e Morte de Bucky Barnes

Falcão Soldado Invernal referências hqs

Começando as referências das HQs sobre Falcão e o Soldado Invernal, claro, pela origem. Assim, o surgimento do Capitão América pelas mãos de Joe Simon e do deus dos quadrinhos, Jack Kirby, já trazia em sua primeira edição, lá em 1941, a presença do sidekick Bucky Barnes.

A revista foi publicada originalmente em Captain America Comics #1, antes sequer de existir a Marvel (na época ainda chamada de Timely Comics). Aliás, na trama, o super soldado luta contra soldados nazistas a favor dos Estados Unidos e marca a história dos quadrinhos com o histórico soco na cara de Adolf Hitler.

Amanhã você vive, hoje eu morro

Falcão Soldado Invernal referências hqs

Mas esta não foi a única vez em que tivemos o início das aventuras de Steve Rogers e Bucky Barnes contada nos gibis. Em 1969, na edição 109 da revista solo do Capitão, foi a vez de Stan Lee se juntar a Kirby para atualizar a origem do herói por meio de flashbacks. Logo em seguida, agora desenhada por Jim Steranko, Steve Rogers aceita Rick Jones, antigo parceiro do Hulk, como um substituto para Bucky nos tempos atuais (no caso, 1969).

Falcão Soldado Invernal referências hqs

Aliás, abas as origens foram publicadas no volume 1 da Coleção Histórica Marvel: Capitão América, pela Panini.

Ainda na Era de Ouro, antes da suposta morte de Bucky Barnes na guerra, o garoto prodígio do sentinela da liberdade viria a participar de mais de 80 edições da primeira revista do Capitão. Assim como das revistas All-Winners, Jovens Aliados e da primeira super equipe da Marvel, Invasores.

A vinda do Falcão

Falcão Soldado Invernal referências hqs

Poucas edições depois do breve recrutamento de Rick Jones, é a vez de surgir Samuel Wilson, o Falcão. Sendo, de fato, o primeiro super-herói afro-americano dos quadrinhos mainstream, seu surgimento se deu em setembro de 1969, na edição 117 da revista Capitão América, pelas mãos de Stan Lee e Gene Colan.

A saber, na trama, após o Caveira Vermelha ter trocado de corpo com Steve Rogers, utilizando o cubo cósmico, o sentinela da liberdade conta com a ajuda de um jovem garoto do Harlem aficionado por pássaros. O garoto, até então trabalhando para a máfia com o nome de Snap, cairia na ilha onde o Caveira Vermelha aprisionava o Capitão durante sua viagem para uma missão no Rio de Janeiro. Dali, nasceria uma eterna parceria entre os heróis, que mais tarde chegaria a mudar o título da revista para…

Capitão América e Falcão

Falcão Soldado Invernal referências hqs

Entre as edições 134 e 222, o Falcão se tornaria o parceiro oficial de Steve Rogers. Assim, dividiria o título da revista durante 7 anos. Entretanto, logo na primeira aventura da dupla, eles tiveram de lidar com um suposto Bucky renascido. Mas, na verdade, não passava de um lutador qualquer com amnésia e de um ciborgue com memórias implantadas, sendo plano do Barão Von Strucker, MODOK e Doutor Destino.

Aliás, é também durante esta parceria que ocorre a icônica Bomba Enlouquecedora, uma das mais lembradas sagas do Capitão América. Enlouquecidos por um dispositivo capaz de bagunçar com sua sanidade, esta saga clássica marcaria para sempre o sentimento heroico de Sam Wilson. Além disso, foi um triunfal retorno de Jack Kirby no traço do bandeiroso.

Falcão Soldado Invernal referências hqs

A saga saiu entre as edições 193 e 200 da revista, sendo publicada no Brasil na coleção de graphic novels Salvat Clássicos. Em 2004, a dupla voltaria a dividir o título durante o evento de Vingadores, A Queda.

Noites de Wundagore

Falcão Soldado Invernal referências hqs

Após a longa saga de Sam Wilson ao lado do Capitão, esta parceria seria elevada a uma série de participações na equipe dos Vingadores. A mais longa destas ocorreu em 1979 durante as edições 183 e 189 da revista, na época encabeçada por David Michelini e John Byrne.

Na trama, Sam acaba sendo chamado para ingressar a equipe por conta de um mandato de diversidade do representante do governo dos Vingadores, Henry Peter Gyrich. Embora o raciocínio não caia bem com Sam, ele acaba iniciando sua carreira com os maiores heróis da terra.

A saber, a história foi publicada no Brasil somente na revista Heróis da TV nº 72, em 1987.

O voo solo do Falcão

Falcão Soldado Invernal referências hqs

Em 1983, Sam Wilson ganha sua primeira minissérie solo em 4 edições. Nela resolveria casos mais urbanos nas ruas de Nova York. Tendo Jim Owsley no roteiro e Mark Bright nos desenhos, a revista contaria com breves aparições de Steve Rogers e firmaria o Falcão como um dos grandes personagens da editora. É nesta minissérie que surge a estranha menção de que Sam Wilson pode ser na verdade um mutante.

Esta história foi publicada na coleção Os Heróis Mais Poderosos da Terra, da editora Salvat, junto com o arco da Vinda do Falcão.

O Soldado Invernal

Dentre os nomes mais marcantes nas revistas do Capitão América, certamente está o de Ed Brubaker. Afinal, sua longínqua fase trouxe vários dos momentos mais marcantes do personagem e até mesmo da Marvel.

Logo de início, uma ocorre a misteriosa morte do Caveira Vermelha e o surgimento do lendário Soldado Invernal, mais tarde sendo revelado como seu ex-parceiro Bucky Barnes. Então, após lidar com o retorno sombrio de seu amigo e enfrentar novos vilões, a morte do Capitão no fim da Guerra Civil traria uma grande mudança na vida de Bucky.

Esta fase saiu na coleção Marvel Deluxe nas edições: Soldado Invernal, A Ameaça Vermelha e A Morte do Sonho.

  • Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando através do nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa

Bucky assume como Capitão América

Enquanto Falcão lidera as forças investigativas contra o assassinato de Steve Rogers, Bucky lida com o dilema de assumir a bandeira e o escudo de seu velho amigo. Surge então um novo Capitão América, mais frio, violento e decisivo. O Capitão América de Bucky Barnes teve uma grande fase na editora, que acabou culminando no ressurgimento de Steve Rogers e no julgamento do Soldado Invernal.

Enfim, a fase de Bucky com o manto do Capitão América pode ser encontrada nos encadernados Marvel Deluxe: O Homem que Comprou a América; A Flecha do Tempo; Renascimento e O Julgamento do Capitão América.

As revistas solo do Bucky

Após encerrar sua fase na revista principal do bandeiroso, Ed Brubaker decide trabalhar com os fantasmas do passado de Bucky Barnes em aventuras solo. Composta de 19 edições, a primeira revista solo do Soldado Invernal (2012) traz missões do Bucky envolvendo a Viúva Negra, Wolverine, Justiceiro e até mesmo o Doutor Destino. Em tramas sobre as consequências de seus atos na guerra e sua relação com a Rússia.

Falcão Soldado Invernal referências hqs

A saber, boa parte dessa fase foi publicada pela Panini no encadernado O Inverno Mais Longo, em 2020.

A Marcha da Amargura

Aliás, em 2014, Rick Remender traz a minissérie A Marcha da Amargura, que aborda um momento anterior à fase do Brubaker, quando Bucky ainda era um agente russo e lutava contra os interesses da SHIELD.

Esse arco em 5 partes foi publicado em um encadernado homônimo e na coleção Os Heróis Mais Poderosos da Terra, da editora Salvat, nº 62.

O Novíssimo Capitão América

Enquanto isso, também em 2014, o soro do super soldado acaba perdendo sua validade. Assim, Capitão América envelhece para a idade real que ele deveria ter. Então, com Bucky ocupado com suas jornadas pessoais, é a vez de Sam Wilson assumir o escudo como o Novíssimo Capitão América.

Aliás, Falcão Soldado Invernal referências hqs

Essa fase acaba dando uma visão nova ao personagem, durante um clima político espinhoso. Enquanto Steve Rogers se manteve bem acima da briga política, Sam decide que não pode ficar calado sobre as questões políticas nas quais acredita fortemente. Naturalmente, isso resulta no Capitão América mais polarizador de nosso tempo. Julgado mais como um político do que como um super-herói tradicional.

Seguindo as consequências da saga Pecado Original, Rick Remender e Stuart Immonem trazem o novo Capitão em uma fase vindoura com a saga Novíssimo Capitão América: O Próprio Medo (em 4 edições, publicada na revista Novíssimos Vingadores #1 a 4); Novíssimo Capitão América (em 5 edições, publicada na revista Novíssimos Vingadores #5 a 9); e Capitão América: Sam Wilson (24 edições, publicada na revista solo Capitão América entre 2017 e 2018, dividindo com a revista Capitão América: Steve Rogers).

Então, é durante esta fase que ocorrem momentos marcantes na história do Capitão América, como a Guerra Civil 2 e a saga Império Secreto. Esta, certamente, deve ser uma das maiores referências às HQs da série Falcão Soldado Invernal.

Capitão América e os Poderosos Vingadores

O sucesso do período de Sam Wilson a frente do escudo estrelado acaba o levando a comandar seus próprios vingadores. Sendo assim, Luke Cage, Spectrum, Power Man, She-Hulk, Jessica Jones e demais se juntam à equipe de Sam Wilson em uma série de 9 edições, com Al Ewing e Luke Ross no roteiro e desenhos, publicada no Brasil no mix dos Vingadores em 2016.

Bucky Barnes: O Soldado Invernal

Mas, Falcão Soldado Invernal referências hqs

Em mais uma aventura solo, Bucky vai investigar uma bala misteriosa que o atingiu e o leva até os confins da cidade sagrada Asgard. Além disso, juntando o grande soldado perdido no tempo com as ameaças da mitologia nórdica, a minissérie em 5 edições é assinada por Ales Kot e foi publicada pela Panini em um encadernado de mesmo nome.

Soldado Invernal Vol. 2

A saber, Falcão Soldado Invernal referências hqs

No segundo volume de sua revista solo, é hora de James “Bucky” Barnes ter também um parceiro de equipe. Inspirado no grande soldado invernal, RJ Boyle, um jovem espião da Hydra, se tornará para Bucky o que ele foi para Steve Rogers, só que com mais rebeldia e menos honra. No entanto, a história, lançada em 2019, ainda não foi publicada no Brasil.

Demais parceiros e guardiões do escudo

Além de Rick Jones, Sam Wilson e Bucky Barnes, outros personagens chegaram a estar ao lado do Capitão América, ou mesmo a brandir o escudo do sentinela da liberdade.

Willian Nasland, O Independente

A saber, o primeiro herói a assumir o manto do Capitão ocorreu logo após ele ser congelado. Surgindo na edição 49 da revista do Capitão, em 1945, William Nasland assume o manto e o escudo na equipe dos invasores ao lado de Fred Davis, o garoto morcego.

Originalmente, William agia como o herói Espírito de 76, como um herói americano infiltrado no exército britânico para lutar contra os nazistas.

Jeffrey Mace, O Patriota

Durante as aventuras do Capitão América William Nasland, uma emboscada causada pelo androide Adam II, que pretendia substituir o presidente J. F. Kennedy, acabou matando o substituto de Steve Rogers. Assim, Jeffrey Mace que já vinha atuando por baixo dos panos como O Patriota, acaba sendo tocado pelo sacrifício do herói e se tornando o terceiro Capitão América.

Além disso, em 1983, na edição 285 da revista mensal do Capitão América, Jeffrey Mace descobre estar morrendo de câncer. Então, como último pedido, o contemplador o permite lutar uma última vez como Capitão América e em uma realidade alternativa derrotar o Adam II.

Super Patriota ou Agente Americano

John Walker surgiu em Capitão América #323, de 1986, como o substituto oficial de Steve Rogers, que na época havia abandonado o escudo para se tornar apenas “O Capitão”. Ainda assim, após Rogers retomar o posto, o antigo Super Patriota e Capitão América assume o posto de Agente Americano, que mais tarde integraria os Vingadores da Costa Oeste.

Enfim, pela análise dos trailers de Falcão e Soldado Invernal, e tomando como referências as HQs, é bem possível que tenhamos John Walker como um dos personagens e até possível vilão na vindoura série.

Demolição

O ex-lutador de Luta Livre Dennis Dunphy surgiu na revista do coisa, mas logo apareceu em Capitão América #328, de 1987.

Assim, utilizando uma cópia da roupa do Demolidor com o capacete do Wolverine, ele foi um protetor dos moradores dos esgotos e este ao lado de Steve também na Guerra Civil. Aliás, recentemente, foi o piloto de Sam Wilson durante sua fase como Capitão América.

Jack Flag

Ademais, surgindo em Capitão América #434, de 1994, o personagem vem da rede de informações do Capitão e surge ao tentar enfrentar sozinho a sociedade da serpente. No entanto, Flag esteve presente nas ações da Guerra Civil, fez parte dos Guardiões da Galáxia e acabou ressurgindo nas histórias de Steve Rogers durante o arco Império Secreto.

Enfim, também nos acompanhe todos os sábados, às 19 horas, nas lives com review de Falcão e Soldado Invernal e todas as referências às HQs. Sendo assim, confira a lista de convidados:

  • Expectativas | Live dia 13/03 – Ana Carolina – Carolinerd
  • 1º Episódio | Live dia 20/03 – Roberto Segundo – A Hora Suave
  • 2º Episódio | Live dia 27/03 – Paulo Gouvêa – Nerds da Galáxia
  • 3º Episódio | Live dia 03/04 – Vanessa Luckaschek – Caderno Nerd
  • 4º Episódio | Live dia 10/04 – Henrique Almeida – Boletim Nerd
  • 5º Episódio | Live dia 17/04 – Pedro ‘Px’ Marco – Pipoca de Pedra
  • 6º Episódio | Live dia 24/04 – Fernando Maidana – Legião dos Heróis
YouTube video
TAGS
Compartilhe


Leia também