Caçador de Assassinos e o debute de Hannibal Lecter

Caçador de Assassinos e o debute de Hannibal Lecter

Pode parecer estranho para muitos, mas foi em Caçador de Assassinos (Manhunter, 1986) que um dos personagens mais icônicos da história do cinema debutou. Sim, não foi em O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs, 1991) que o doutor Hannibal Lecter apareceu para o mundo. Foi nessa bela obra dirigida por Michael Mann que conhecemos, mesmo que de leve, o terrível, brilhante e manipulador canibal.

Hannibal

Aliás, importante ressaltar que três atores brilhantes deram vida ao Hannibal Lecter. O primeiro foi o magistral Brian Cox (que atualmente é o patriarca da família Roy, em Succession); depois pelo gigante Anthony Hopkins, que conquistou um Oscar por essa atuação e, por fim, Mads Mikkelsen, que atuou maravilhosamente bem como o canibal na série Hannibal.

Curiosidades

Duas curiosidades sobre Caçador de Assassinos. Primeiro, a grafia original do icônico personagem é Dr. Hannibal Lecktor. Por último, o filme de Michael Mann foi lançado originalmente no Brasil como Dragão Vermelho. Porém, com o remake estrelado por Edward Norton e Ralph Fiennes (Red Dragon, 2002), ele acabou sendo rebatizado como Caçador de Assassinos.

Sinopse

Depois de sofrer um colapso nervoso, o agente Will Graham (William Petersen) é afastado do FBI e, a princípio, praticamente dado como aposentado. Famoso por ter capturado o terrível  Dr. Hannibal Lecktor, ele é reconvocado e, assim, entra em ação novamente para caçar um novo serial killer: o Fada do Dente. Especialista em entender e entrar na mente de psicopatas, Will terá que encarar novamente o seu maior algoz para ajuda-lo nessa nova caça.

Visual

Com um visual muito característico dos anos 1980, Caçador de Assassinos pode até parecer datado. Mas graças ao belo trabalho de Mann (que também assina no roteiro) na direção, o filme é um excelente thriller policial que, acertadamente, tira o protagonismo de Lektor e foca mais em Will, ao contrário do remake que preferiu aproveitar o sucesso de Hopkins no papel.

Michael Mann

A saber, esse tipo de filme mais investigativo e com perseguição “gato e rato” se tornou uma ótima marca nos trabalhos de Mann. O diretor usa (antes de mais nada, sem parecer repetitivo) essa fórmula em outros ótimos filmes, como Fogo Contra Fogo (Heat, 1995), O Informante (The Insider, 1999), bem como Miami Vice (1996), por exemplo.

Outro acerto de Mann foi, em suma, escalar Petersen como protagonista. O ator, que seria conhecido mundialmente depois como o Gil Grissom, da série CSI, acerta em cheio no dilema que divide o personagem. Em outras palavras, ele convence o espectador tanto como o policial dedicado em colocar o serial killer atrás das grades, como o homem preocupado, que ficou terrivelmente abalado e com medo de enfrentar novamente um psicopata sem limites.

Por fim, claro que Caçador de Assassinos não é uma obra perfeita. Mas seus acertos são muito maiores que seus pequenos deslizes e não é por acaso que se tornou cult ao revelar este grande diretor e personagem que, sem sombra de dúvidas, é um dos maiores vilões da história do cinema.

YouTube video

Caçador de AssassinosFicha técnica

Título Original: Manhunter
Direção e roteiro: Michael Mann
Elenco: William Petersen, Brian Cox, Joan Allen, Tom Noonan, Kim Greist, Stephen Lang, Benjamin Hendrickson
Data de estreia: 15 de agosto de 1986
Ano de produção: 1986
Gênero: Policial
Duração: 120 minutos
País: Estados Unidos
Idioma: inglês
Classificação: 14 anos
Onde assistir: Oldflix, Google Play, Claro TV, Youtube

Vai comprar algo na Amazon? Então, apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa

8.0
saldo total
Créditos Galáticos: 8
Have no any user vote
Porque nós amamos filmes com serial killers
TAGS
Compartilhe


Leia também