Interceptor 2022 crítica do filme Netflix onde assistir elenco ficha técnica

Foto: Netflix / Divulgação

‘Interceptor’ pode até entreter, mas é esquecível

Matheus Soares

|

3 de junho de 2022

Quem nunca parou na frente da TV ou até mesmo foi pro cinema para se divertir com um bom filme de ação? Para os mais velhos, a época da “Tela Quente” nos proporcionou o mundo saturado dos longas de ação. Vira e mexe surge alguma novidade como John Wick, mas, em suma, é tudo uma grande reciclagem, que, no máximo, nos prende em algum momento tedioso. E fazem isso muito bem, afinal, quem não gosta de explosão, lutas e violência gratuita?

No filme Interceptor, nova produção original da Netflix, temos Elsa Pataky interpretando a capitã JJ Collins, uma ex-agente do Pentágono que foi demitida e remanejada por denunciar um caso de assédio do seu superior. Com isso, ela é jogada em uma base no meio do oceano atlântico, lugar esse que é responsável por conter mísseis antibombas nuclear. Contudo, a base está sob ataque de Alexander Kessel (Luke Bracey) um ex-oficial americano e que, aparentemente, não tem nenhum propósito, além de destruição.

Leia também:

Assista ao trailer de ‘What If The Future Never Happened?’, curta de Daniel Johns, ex-Silverchair

‘O Preto de Azul’ traz respeito à religiosidade e uma sonoridade que ecoa

‘Contrato Perigoso’: Chris Pine estrela um filme bem genérico

Vale a pena assistir?

O filme Interceptor marca a estreia do diretor Matthew Reilly nesse universo. Podemos até dizer que ele fez um bom trabalho. Contudo, pecou nos exageros das cenas finais, com JJ toda quebrada conseguindo fazer feitos sobre-humanos, que tiram até mesmo a carga dramática da explosão nuclear iminente.

Contudo, nem só de coisas ruins vive o longa. Por mais que isso seja maioria, Elsa Pataky entrega uma boa atuação na medida que o roteiro permite. A atriz consegue entregar um drama convincente com relação ao que acontece na base. Porém, faltou um pouco mais em relação aos flashbacks do seu passado, que, aparentemente, a assombra ainda.

Enfim, Interceptor sabe que é um filme clichê do gênero e, em nenhum momento, tenta inventar para provar o contrário. Ele vai na onda de tudo que já foi feito e refeito: salvamento no último segundo, ações de força que fogem do padrão, lutas bem articuladas e que devem divertir por uma hora e meia qualquer pessoa minimamente entediada.

Aliás, vale uma curiosidade interessante: Chris Hemsworth (o Thor) aparece no filme como um simples figurante. Visto que, Elsa, a protagonista é esposa do ator.

Onde assistir ao filme Interceptor?

A saber, Interceptor pode ser visto pelos assinantes da Netflix.

Aliás, está de olho em algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Por fim, não deixe também de acompanhar o UltraCast, o podcast do ULTRAVERSO:

https://app.orelo.cc/uA26
https://spoti.fi/3t8giu7

Trailer do filme Interceptor, da Netflix

Interceptor (Netflix): elenco do filme

Elsa Pataky
Luke Bracey
Aaron Glenane
Mayen Mehta

Ficha Técnica: Interceptor, da Netflix

Título original: Interceptor

Direção: Matthew Reilly

Roteiro: Stuart Beattie e Matthew Reilly

Duração: 98 minutos

País: Estados Unidos e Austrália

Gênero: ação

Ano: 2022

Classificação: 16 anos

Matheus Soares

Math, para os chegados, historiador e escritor (pelo menos tenta). Quadrinhos, livros e filmes são sua paixão, mas passa longe de ser "cult" ou "cinéfilo". Todos saúdem a Matrix!
3

Créditos Galáticos: 3

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme