Listamos 10 jogos de suspense e terror imprescindíveis

Listamos 10 jogos de suspense e terror imprescindíveis

Desde que o mundo é mundo há um certo prazer em sentir medo e, ao mesmo tempo, saber que se está seguro em jogos de suspense e terror. Assim, esse medo é de algo imaginado e não de um perigo real. E, claro, nos videogames isso não seria diferente.

Por isso, o ULTRAVERSO buscou a fundo e separou uma lista de 10 jogos que vão te fazer pular da cadeira! Falamos aqui de terror psicológico, monstros, fantasmas, zumbis, entre tantos outros sustos que você se sujeita.

1 – Resident Evil (Franquia)

Sendo referência para o gênero survival horror, Resident Evil se tornou um dos jogos mais icônicos e importantes da história dos videogames. Ademais, do tenso gameplay, onde o jogador se vê preso tanto pelos ângulos pré-determinados da câmera, quanto a movimentação travada.

Há inclusive momentos em que a fobia só aumenta. Assim, a mansão se torna um personagem, fazendo do jogador decorar cada local dela para que não gaste suas balas nos zumbis indo e voltando nos cenários atoa.

YouTube video

2 – Medusa’s Labyrinth

Medusa’s Labyrinth é um jogo para Windows que mistura terror e mitologia grega. A saber, inovando nos jogos de terror e suspense, este coloca o jogador em um cenário inspirado na Grécia Antiga, usando elementos de furtividade e sobrevivência para criar uma experiência imersiva e perturbadora.

Com a visão em primeira pessoa, o objetivo é explorar labirintos sombrios e catacumbas abandonadas para desvendar mistérios, sem ser pego por monstros mitológicos.

 

3 – Silent Hill 2

Quando se fala de jogos de temática sombria, logo nos vem à mente o primeiro jogos como Resident Evil. Mas a maioria das pessoas esquece que Silent Hill existiu. O título Silent Hill 2 foi lançado em 2001 e até hoje é considerado por muitos fãs o melhor jogo da franquia. O game é uma das primeiras entradas na amada franquia de terror que os fãs aderiram por anos.

Provavelmente o aspecto mais famoso desse título, que é um dos maiores jogos de terror e suspense da história, é a inclusão do terrível monstro Pyramid Head. Afinal, após sua primeira aparição no jogo de 2001 se tornou um ícone da série. Mesmo depois de 19 anos e seis jogos da série principal depois, Silent Hill 2 ainda é apreciado pelos fãs de terror.

Aliás, obstáculos para dificultar sua vida não vão faltar, como saves limitados e inimigos que, apesar de lentos são extremamente mortais quando se está em um estreito corredor com um deles.

4 – Perception

Em Perception, você controla Cassie, uma mulher cega que sonhava sempre com uma mansão abandonada. Em busca de resolver esse mistério, ela vai até o local e acaba tendo que confrontar uma “presença” ameaçadora.

Perception é um jogo de horror e mistério com uma proposta muito boa. Assim, basicamente desenrola-se através da resolução de puzzles, caça de objetos, reviver memórias, destrancar alguma porta, seguindo assim até resolver o mistério do jogo. É possível que o jogador tenha uma frustração por, literalmente, ficar perdido em algumas partes, seja pelo objetivo não ficar muito claro, ou a localização do item que te impede de avançar na história.

Claro, há toda uma proposta de jogo de terror, com vários momentos de tensão e suspense (algumas vezes até óbvios). Confesso que me senti desconfortável. Uma dica crucial para quem gosta: jogue a noite, com todas as luzes apagadas e fones de ouvido. A experiência muda completamente e fica muito mais interessante. Acredito que com o uso dos óculos VR, a imersão seria ainda mais completa.

Vai comprar algo na Amazon? Apoie o Ultraverso comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa

 

5 – Eyes: The Horror Game

Eyes: The Horror Game é um jogo de terror em primeira pessoa com versões gratuitas para PC, iOS e Android. Assim, Os fãs de Slender: The Eight Pages vão adorar, já que o título tem alguns elementos do game, como mecânica e visual. No papel de um ladrão, o jogador deve explorar uma mansão para roubar sacos com pertences valiosos.

Contudo, não estamos falando de qualquer mansão. Afinal, há diversos rumores sobre assombrações e acontecimentos paranormais rondando o local. Igualmente sem armas para se defender, é possível apenas correr e torcer para não o encontrarem. Eyes: The Horror Game também é um jogo curto do gênero de jogos de terror e suspense, mas instigante e viciante, com muitos sustos e momentos de tensão.

 

6 – Dying Light

Jogos de apocalipse zumbi já são uma espécie de clichê da indústria de jogos, mas poucos conseguem ser tão satisfatórios quanto Dying Light. Ademais, este reúne em um mesmo título as sensações de lutar pela sobrevivência e sair por aí matando zumbis.

A saber, com uma mecânica interessantíssima baseada no horário do dia, Dying Light lhe permite ser um caçador de zumbis durante o dia, mas o (a) torna uma presa que precisa fugir e se esconder para sobreviver à noite, quando as criaturas mais poderosas saem às ruas.

7 – Amnesia: The Dark Descent

Lançado em 2010, esse jogo independente aos poucos foi conquistando os jogadores devido a sua temática sombria. Decerto, podendo considerar o título que fez renascer os jogos de terror. Afinal, em Amnesia: The Dark Descent também não havia nenhum tipo acesso a armas para enfrentar a entidade que habita o local e a maneira como os acontecimentos afetavam a sanidade do protagonista ajudava muito a criar uma atmosfera tão fantástica quanto apavorante.

Sendo assim, um exemplo disso estava em pararmos diante de uma janela e imaginar como seria bom fugir daquele lugar e aproveitar a claridade do lado de fora.

 

8 – Night Terrors: Bloody Mary

A realidade aumentada pode ser usada tanto para fazer parecer que você está capturando criaturinhas fofas de um desenho animado quanto com o objetivo de deixar o jogador apavorado. Aliás, em Night Terrors: Bloody Mary, o jogador precisa usar a própria câmera. O foco é explorar um ambiente real que esteja completamente escuro sua casa serve, por exemplo.

Assim, enquanto caminha, usando fones de ouvido de preferência (para otimizar a experiência), você irá se deparar com assombrações realmente macabras e poderá nem mesmo ter coragem de dormir à noite.

 

9 – Fatal Frame 2: Crimson Butterfly

Se o primeiro Fatal Frame foi responsável por fazer muitos donos de um PlayStation 2 terem pesadelos, foi com o segundo que a Koei Tecmo provou que tinha nas mãos uma poderosíssima franquias de terror.

Assim, mantendo a ideia de usar espíritos para nos assustar, Fatal Frame 2: Crimson Butterfly conta com uma história mais elaborada e um dos motivos para isso era fazer com que o jogador se mantivesse interessado, já que muita gente não possui coragem de encarar o antecessor até o final.

Nele assumíamos o papel de Mio Amakura, que ao lado da sua irmã Mayu precisava explorar uma vila abandonada (e assombrada). O problema é que logo a outra garota começava a ser possuída pelo mal que habita o local. Então, para avançarmos, tínhamos que solucionar alguns quebra-cabeças e, principalmente, utilizar a Câmera Obscura para nos livrarmos dos fantasmas, que, inteligentemente, contavam com um comportamento errante.

 

10 – D2

Você gosta de um jogo com temática survivor horror, bem ao estilo pós apocalíptico?? Com certeza D2 é um jogo que você deve conhecer. Mas, caso não conheça, não sabe o que está perdendo. É certamente um ótimo jogo exclusivo para Sega Dreamcast. No entanto, vale ressaltar que ele tem bastante narrativa e isso pode incomodar alguns desavisados que não querem saber da história e sim de sair atirando alucinadamente.

D2 é um game de terror de sobrevivência desenvolvido pela Warp para o Dreamcast. Publicado pela Urdidura, no Japão, em 1999, e pela Sega na América do Norte, no ano seguinte, o jogo é dirigido e escrito por Kenji Eno.

A saber, o game vem em um box com quatro GDs, assim como Shenmue, um jogo raro de se achar para comprar e, se encontrar, com certeza o preço não é dos melhores. A história do jogo é envolvente e no final há mensagens que nos fará refletir muita coisa.

 

TAGS
Compartilhe


Leia também