O Segredo de Davi crítica do filme Netflix

‘O Segredo de Davi’ é um filme forte e com altas possibilidades

Cadu Costa

|

19 de novembro de 2018

O cinema brasileiro tem arriscado mais nos últimos anos e isso prova sua própria qualidade. Fugindo de clichês das biografias e comédias globais, temos produzido um grande número de obras de ação, suspense, terror e até heróis. Só este ano, tivemos “O Doutrinador”, “Tungstênio”, “Motorrad”, e os cultuados “O Animal Cordial” e “As Boas Maneiras”. Todos filmes com ideias, se nem sempre originais, absoluta e completamente fora da caixinha do pensamento comum.

Noite de abertura do ‘Rio Fantastik’ tem filme inédito e desabafo de Ivan Cardoso

E quem quiser conferir mais novidades, surgiu uma oportunidade única. É o 3º Rio Fantastik Festival – Festival  Internacional de Cinema Fantástico do Rio de Janeiro. Um lugar para ver o que há de melhor do fora do comum do cinema brasileiro com obras do terror e suspense além de exibições de alguns clássicos estrangeiros do mundo fantástico. Aliás, a mostra de competição se iniciou neste sábado (17) com um filme certo de alcançar seu reconhecimento, seja aqui ou lá fora.

Rio Fantastik Festival chega à 3ª edição: veja a programação completa

História de O Segredo de Davi

Estamos falando de O Segredo de Davi, primeiro longa dirigido por Diego Freitas e que conta a história de um tímido estudante de cinema que esconde um passado sombrio. Por consequência da visita de uma tia, Davi (Nicolas Prattes) acaba cometendo um assassinato. Mas no dia seguinte, a tia reaparece em sua casa e começa a influenciá-lo a cometer outros crimes. Sua verdadeira face então aparece.

CRÍTICA | ‘Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald’ traz grandes revelações e reviravoltas no mundo mágico

O filme, aliás, foi o único do Brasil selecionado para o Festival Internacional de Cinema de Montreal 2018. E, apesar de ser vendido como terror, O Segredo de Davi é um longa com altas possibilidades e diversos aprofundamentos dentro do cinema.

Encerramento do Festival do Rio é marcado por discursos de resistência e consagra ‘Tinta Bruta’

Terror dramático

É uma película dramática sobre um personagem forte e ambíguo. O ator Nicolas Prattes nunca havia trabalhado com cinema e foi escolhido a dedo pela produção após sua participação na novela “Rock Story”. Podemos afirmar sua excelência mesmo com coadjuvantes um tanto quanto caricatos. Além de Prattes, outros nomes que compõem o elenco são André Hendges, Cris Vianna, Bianca Muller, Eucir de Souza, Giselle Prattes e Neusa Maria Faro, como a tia de Davi.

CRÍTICA | ‘Tá Rindo de Quê?’ e ‘Rindo à Toa’ são aulas de História que contam a “arte” de ser brasileiro

O diretor Diego Freitas não entrega um filme fácil, de tranquila absorção. Pelo contrário: é denso, violento, intragável em alguns momentos e com um final um tanto quanto perturbador. Então, você não sairá do cinema achando que viu um terror qualquer sobre mais um serial killer. Não é “Pânico”, clássico de 1996. Está mais para “Psicopata Americano” (2000). É pesado, faz pensar e, certamente, imaginar onde evitar encontrar um Davi próximo. Porque eles existem e estão entre nós. Fuja deles, mas não dessa belíssima obra, que estreia em circuito nacional no dia 22 de novembro.

Filme visto no 3º Rio Fantastik Festival.

Trailer do filme O Segredo de Davi, da Netflix

O Segredo de Davi (Netflix): ficha técnica

Título original: O Segredo de Davi
Direção: Diego Freitas
Elenco: Nicolas Prattes, Seusa Maria Faro
Distribuição: Elo Company
Data de estreia: sáb, 22/11/18
País: Brasil
Gênero: terror
Ano de produção: 2018
Duração: 112 minutos
Classificação: 16 anos

Cadu Costa

Cadu Costa era um camisa 10 campeão do Vasco da Gama nos anos 80 até ser picado por uma aranha radioativa e assumir o manto do Homem-Aranha. Pra manter sua identidade secreta, resolveu ser um astro do rock e rodar o mundo. Hoje prefere ser somente um jornalista bêbado amante de animais que ouve Paulinho da Viola e chora pelos amores vividos. Até porque está ficando velho e esse mundo nem merece mais ser salvo.
4

Créditos Galáticos: 4

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme