Os Primeiros Soldados crítica do filme brasileiro 2022 onde assistir Renata Carvalho no palco (Rose) - Foto de Felipe Amarelo - Pique-Bandeira Produção

Foto: Felipe Amarelo / Pique-Bandeira

‘Os Primeiros Soldados’ trava uma guerra contra o preconceito e a morte

Wilson Spiler

|

30 de junho de 2022

Os Primeiros Soldados, filme de Rodrigo de Oliveira, acompanha membros da comunidade LGBTQIA+ que buscam formas de resistir à epidemia de AIDS. O longa se passa em Vitória, no Espírito Santo, no começo dos anos 1980, e é uma homenagem à memória daqueles que enfrentaram a doença e seus estigmas em seu princípio.

Na história, Suzano (Johnny Massaro) é um estudante de biologia que acaba de voltar dos estudos no exterior. O jovem sabe que algo desconhecido está começando a afetar seu corpo. Ele quer entender melhor a doença e buscar uma cura, ao mesmo tempo que tenta proteger sua irmã Maura (Clara Choveaux) e seu sobrinho Muriel (Alex Bonini) dos impactos do que está por vir. O desespero com a falta de informações sobre o vírus e seu futuro incerto acabará por aproximar Suzano da performer transexual Rose (Renata Carvalho) e do estudante de cinema Humberto (Vitor Camilo), ambos vivendo com o vírus.

O roteiro original de Os Primeiros Soldados se baseia em uma longa pesquisa dos casos reais ocorridos na cidade de Vitória que envolveu, além da leitura de jornais da época, entrevistas com profissionais de saúde, familiares e membros da comunidade LGBTQIA+.

Leia também:

13 filmes para celebrar o Dia do Orgulho LGBTQIA+

Mostra de Cinemas Africanos chega a São Paulo e Curitiba

‘Ingresso para o Paraíso’, com Julia Roberts e George Clooney, ganha trailer 

Direção de arte e atuações de primeira

Com uma bem-sucedida carreira em festivais pelo mundo, o filme mostra um retrato fiel do que foi o boom do HIV na década de 80 no mundo. Mostra o despreparo das pessoas e até dos profissionais de saúde sobre como lidar com uma doença desconhecida até então. Era uma época em que muitos alegavam que a doença só atingia homossexuais ou dependentes químicos. Alguns acreditavam que pelo beijo e até mesmo pelo toque se contraía o vírus.

Os Primeiros Soldados relata esse período difícil entre amigos – todos com AIDS -, que gravam uma espécie de documentário relatando esses momentos. Os últimos instantes – para eles – à espera da morte. A analogia com soldados remete diretamente à guerra travada por essas pessoas contra tudo: tanto o fim da vida quanto o preconceito.

A direção de arte do filme, que ora opta por um formato 1:1, ora pelo mais atual, para, dessa forma, sintetizar o que faz parte da realidade e do documentário, é bem caprichada. Assim como a trilha sonora, encabeçada por Secos & Molhados, emociona o espectador. A montagem, no entanto, prejudica um pouco o entendimento do espectador mais desatento, mas nada que desabone a obra do ótimo Rodrigo de Oliveira. Por falar em ótimo, há de se destacar as excelentes atuações, principalmente dos talentosíssimos Johnny Massaro e Renata Carvalho.

Reflexão final

O longa se encerra com uma reflexão que vale a pena destacar. Embora possa parecer um spoiler, não é nada que estrague a experiência com o filme. Mas, claro, leia se quiser. Pela voz de Suzano, nos emocionamos e aprendemos, e assim seguimos lutando contra o preconceito e pela vida.

“Não deixa de ser uma doença inescapável, sabe? Mas não é fulminante. É uma doença de patamares. Uma escada muito alta, que leva certamente para a morte, mas que, em cada degrau, representa um aprendizado incrível. É uma doença que nos dá tempo de morrer e que dá à morte o tempo de viver. O tempo de descobrir o tempo, de descobrir a vida.

Se a vida é o pressentimento da morte, torturando a gente sem descanso quanto à incerteza da sua chegada, a AIDS fixa um termo determinado. Isso faz da gente homens plenamente conscientes das nossas vidas. Livra a gente da ignorância. Nós vamos morrer sabendo o máximo que podíamos.”

Onde assistir ao filme Os Primeiros Soldados?

A saber, Os Primeiros Soldados estreia na quinta-feira, 7 de julho de 2022, exclusivamente nos cinemas brasileiros.

Aliás, está de olho em algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Não deixe de acompanhar o UltraCast, o podcast do ULTRAVERSO:

https://app.orelo.cc/uA26

https://spoti.fi/3t8giu7

Trailer do filme Os Primeiros Soldados

Elenco do filme Os Primeiros Soldados

Johnny Massaro
Renata Carvalho
Vitor Camilo
Clara Choveaux
Alex Bonini
Higor Campagnaro

Ficha Técnica do filme Os Primeiros Soldados

Direção: Rodrigo de Oliveira
Roteiro:
Rodrigo de Oliveira
Duração: 107 minutos
País: Brasil
Gênero: drama
Ano: 2022
Classificação: 14 anos

Wilson Spiler

Will, para os íntimos, é jornalista, fotógrafo (ou ao menos pensa que é) e brinca na seara do marketing. Diz que toca guitarra, mas sabe mesmo é levar um Legião Urbana no violão. Gosta de filmes “cult”, mas não dispensa um bom blockbuster de super-heróis. Finge que não é nerd.. só finge… Resumindo: um charlatão.
4

Créditos Galáticos: 4

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme