‘Songbird’: filme sobre Covid é um desperdício de potencial

‘Songbird’: filme sobre Covid é um desperdício de potencial

Era óbvio demais. Sinceramente, até demorou, mas saiu uma produção sobre o momento pandêmico da Covid-19. Gravado às pressas na quarentena mundial que vivemos, o filme Songbird foi lançado via streaming pela STXfilms. Além disso, se leva o nome de Michael Bay, é dispensável.

Então vamos lá. Estamos num momento crucial da vida que levamos desde março de 2020. Entretanto, um ano depois, em alguns países – como o nosso – a expectativa de melhoras não parece vislumbrar no horizonte. Dessa forma, fazer um filme sobre isso não soa oportunista? Insensível? Não?

Enfim, aqui em Songbird,  estamos em 2024 e o coronavírus sofreu tanta mutação que virou Covid-23. Aproximadamente 110 milhões já morreram só nos EUA e as forças policiais reúnem e despejam violentamente os doentes em zonas de quarentena. Contudo, no meio de todo este caos está Nico (KJ Apa, de Riverdale) e Sara (Sofia Carson), um jovem casal que tenta manter a relação sem qualquer contato físico. Enquanto Nico é imune ao vírus, Sara encontra-se em risco após a notícia de um vizinho estar infectado. Assim, quando os agentes do FBI lhe batem à porta, cabe a Nico atravessar Los Angeles e procurar uma forma de a salvar.

Songbird filme crítica opinião review resenha Michael Bay

Roteiro superficial

Primeiramente, podemos até passar pela questão de fazer um filme sobre esse tema no momento em que estamos. No entanto, é impossível deixar passar a superficialidade do roteiro.  Apesar do drama conter elementos que poderiam ser provocativos ou interessantes dependendo do ponto de vista dos criadores, não há nenhum momento convincente.

Deveria ser no mínimo competente, mas algumas das caracterizações, especialmente o vilão chefe do Departamento de Saneamento (o veterano Peter Stormare) são tão absurdamente homogêneas que é difícil não achar que esse filme foi feito para ser uma paródia.

E de onde veio essa ideia que ninguém pediu? Reza a lenda que, em maio de 2020, foi relatado que Michael Bay (Transformers), Adam Goodman e Eben Davidson produziriam um filme sobre a pandemia de COVID-19 intitulado Songbird. Adam Mason, que co-escreveu o roteiro com Simon Boyes, foi escalado para dirigir.

Com as pessoas certas, poderia ser o cenário para uma obra que tratasse o tema atual de forma relevante. Um debate sobre as consequências de viver numa sociedade altamente controlada e uma polarização monstruosa entre ciência e política. Algo que já vemos muito bem hoje em dia.

  • Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.
YouTube video

Nada com nada

Mas não é isso. Songbird nem ao menos oferece a perspectiva de um gosto incrivelmente ruim ou de uma política questionável. É só um filme fraco e com potencial desperdiçado. Ainda que seja rápido (apenas 1h20) e todos os seus problemas sejam evidentes já nos primeiros cinco minutos, é curioso ver uma ideia de pandemia ser tão mal explorada. Tudo fica em segundo plano, dando origem a uma história de amor boba sobre um casal sem química alguma.

Por outro lado, 300.000 mortes evitáveis só de brasileiros (e aumentando!) pelo Covid-19 não mudam o fato de que o lixo ainda é lixo. E se esta pandemia nos ensinou alguma coisa, é que nem mesmo uma máscara N95 pode protegê-lo totalmente de inalar o fedor fatal dos padrões rebaixados de outra pessoa. E aqui incluímos todos os negacionistas e aproveitadores de plantão.

Por fim, apesar de todo o seu apelo picareta, Songbird é um filme ruim o suficiente para cair no esquecimento total após sua exibição. Com todas as problemáticas do momento é um obra menos ‘muito cedo’ e mais ‘e daí? Quer que eu faça o quê?’ Lamentamos todos.

TRAILER

YouTube video

FICHA TÉCNICA DO FILME ‘SONGBIRD’

Título original do filme: Songbird
Direção: Adam Mason
Roteiro:
Adam Mason, Simon Boyes
Elenco:
KJ Apa, Sofia Carson, Craig Robinson, Bradley Whitford, Alexandra Daddario, Peter Stormare, Paul Walter Hauser, Demi Moore
Onde assistir ao filme ‘Songbird’: Aluguel/Compra
Data de estreia: sex, 11/12/2020
País: Estados Unidos
Gênero: ficção científica
Ano de produção: 2020
Duração: 90 minutos
Classificação: 14 anos

4.0
saldo total
Créditos Galáticos: 3
4 user votes x 4.3
E daí?
TAGS
Compartilhe


Leia também