Succession | Primeira temporada é ousada e visceral

Succession | Primeira temporada é ousada e visceral

Em Succession, ao anunciar o consenso de que os irmãos Kendall (Jeremy Strong) e Roman (Kieran Culkin) irão dirigir a empresa da família; por conta da internação do patriarca Logan Roy (Brian Cox); a hesitante Shiv (Sarah Snook) não pode deixar de registrar que isso será um desastre completo. O que se revela uma profecia. Afinal de contas, os novos dirigentes vão enfiar os pés pelas mãos a torto e a direito por não terem, a princípio, nem de longe a competência do pai.

Criada por Jesse Armstrong, Succession é daquelas séries que fisgam o espectador em poucos episódios com uma trama de intriga e poder que parece inicialmente batida. Mas surpreende com uma visceralidade que apenas as mais ousadas redes de televisão, como a HBO, seriam capazes de mostrar.

Succession

Filmada quase sempre com a câmera na mão e o uso de pouca luz que lhe dão ar documental, o programa perpassa a vida dos Roy. Donos do conglomerado Waystar Royco, é, em suma, uma história inspirada em tantas famílias ricas e poderosas da vida real, como a do magnata da imprensa Rupert Murdoch, da rede Fox News, que inclusive tem parentes entre os apreciadores do show.

Com uma ambição sem medida, os Roy são um espelho da elite rica que estende seus tentáculos a tudo o que garanta a continuidade de seu império. Abrangendo, assim, desde a política, até os meios de comunicação, mas de uma forma tão enviesada que a história quase sempre ganha tons de humor ácido. Principalmente em virtude da postura inconsequente de seus membros.

Elenco

E certamente a série não funcionaria se o elenco não estivesse à altura da missão. A começar pelo ótimo Brian Cox, feroz e intimidante a despeito de seu estado de saúde e constantemente confrontado por Kendall. Este, a princípio, acha que basta ter boca suja pra se impor no mundo dos negócios até ser colocado em seu lugar, juntamente com Roman.

Enquanto isso, a única que tem realmente algum pulso sobre sua vida é Shiv, controladora a ponto de se casar com o submisso Tom (Matthew Macfadien, impagável.). Já o primogênito Connor (Alan Ruck, o Cameron, de Curtindo a Vida Adoidado) se acha importante. Mas na verdade, não passa de um acomodado com sua sugar baby Willa (Justine Lupe), para horror dos irmãos.

E ainda que não venha com uma primeira uma primeira temporada perfeita por conta de algumas soluções fáceis de roteiro. A saber, uma ameaça de atentado terrorista que só serve pra provocar o atraso numa reunião, Succession já tem seu lugar entre outras grandes histórias de famílias disfuncionais. Por fim, difícil não comparar com a inesquecível A Família Soprano. Ambas da mesma emissora e nas quais quem assiste certamente se verá identificado ou terá seu personagem para amar ou odiar. Afinal, o dinheiro e poder podem ser problemas tão grandes quanto qualquer outro.

Por fim, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa

Ficha técnica

Título original: Succession
Temporada: 1
Data de estreia: 03/06/18
Criação: Jesse Armstrong
Elenco: Brian Cox, Jeremy Strong, Kieran Culkin, Nicholas Braun, Sarah Snook, Hiam Abbass, Peter Friedman, Matthew Macfadyen, Alan Ruck
Onde assistir: HBO GO
País: Estados Unidos
Idioma: Inglês
Gênero: drama
Ano de produção: 2018
Classificação: 16 anos

9.0
saldo total
Créditos Galáticos: 9
1 user vote x 9.0
TAGS
Compartilhe


Leia também