Thor Amor e Trovão crítica do filme sem spoilers 2022

Foto: Marvel / Divulgação

‘Thor: Amor e Trovão’ dá indícios de um futuro promissor para o personagem [SEM SPOILERS]

Ana Teresa Guida

|

5 de julho de 2022

O quarto filme de Thor, o segundo com Taika Waititi na direção, chega aos cinemas trazendo mais uma aventura divertida do deus dos trovões. Dessa vez ele está acompanhado de sua ex-namorada Jane Foster, que agora utiliza o nome de Poderosa Thor, além de misteriosamente carregar o Mjolnir. Thor: Amor e Trovão (Thor: Love and Thunder) – relaxe, porque é sem spoilers – é um filme que possui um título que descreve muito bem sua premissa: fala sobre amor, de diferentes tipos; e trovão, o poder do Thor.

O enredo segue o protagonista pós-Ultimato, onde ele se juntou aos Guardiões da Galáxia. Thor está perdido depois de todas as grandes perdas e traumas que teve na vida: a morte de sua mãe, seu pai, as várias mortes de seu irmão Loki, a destruição de Asgard, todas as guerras que ele lutou, tudo o que aconteceu entre ele e Thanos. O deus dos trovões está perdido, não se encaixa na vida com os Guardiões, e precisa se redescobrir após todas as tragédias que teve em seus mais de 1500 anos. Sua jornada se inicia quando ele descobre que alguém está matando deuses por toda a Galáxia e em breve será atacado.

Leia também:

Thor: Amor e Trovão | Taika Waititi aponta um caminho para o UCM [COM SPOILERS]

O que achamos de Doutor Estranho 2
‘Thor: Amor e Trovão’: trajetória do personagem no MCU

Jane Foster e Gorr em Thor: Amor e Trovão (sem spoilers)

Uma pessoa fundamental para o desenvolvimento do protagonista e que, durante o filme, vive sua própria jornada é a Doutora Jane Foster. Em sua quarta aparição no Universo Cinematográfico da Marvel, Natalie Portman vive a melhor versão e história da personagem durante o longa. Enquanto Poderosa Thor, ela está incrivelmente fantástica, com um visual perfeito e nas cenas de ação o modo como ela utiliza o Mjolnir é muito interessante. Já como Jane, a atuação da atriz é excelente, como sempre. O timing dramático dela é o melhor e a personagem é o coração do filme.

O vilão Gorr, interpretado por Christian Bale, é realmente aterrorizante. Armado com a Necroespada, uma das armas mais poderosas da Marvel, o personagem se alimenta apenas da motivação de vingança que tem contra todos os deuses e da promessa que fez em matar a todos. E o Carniceiro dos Deuses, como fica conhecido, realmente é um adversário digno para um herói no nível de Thor. Ele não tem medo, tem a motivação certa e um excelente plano. Bale sabe exatamente o que fazer com o personagem e consegue transmitir cada sentimento do vilão com maestria.

Chris Hemsworth está em excelente forma física no filme e ninguém poderia interpretar Thor tão bem como o ator australiano. É óbvio o quanto ele gosta do papel e o quanto se encaixa nele. A evolução que Hemsworth teve em sua atuação durante os quatro filmes é muito clara, principalmente agora que temos Natalie Portman de volta, e a química entre eles está muito melhor. O ator consegue transitar de momentos cômicos para dramáticos para cenas de ação, de forma bem fácil.

Easter eggs e Taika Waititi

Uma das melhores cenas de Thor: Amor e Trovão é o Salão da Omnipotência, onde acontece a reunião dos deuses. Lá é possível ver muitos deuses, de religiões fictícias e reais, todos reunidos em um salão enorme. A quantidade de referências e easter eggs apenas nessa cena é imensa, além de ser visualmente muito bonita. O filme tem a participação interessante de vários personagens ligados ao Thor, e várias cenas que são referências diretas ao filme anterior. Existe também a presença de vários membros das famílias do elenco principal, principalmente os filhos, o que é extremamente divertido de se perceber.

O diretor Taika Waititi colocou sua assinatura em cada momento do filme. Ele é extremamente colorido e cheio de textura, salvo uma certa localização que serve de total contraste com o resto do filme e não possui cor alguma. Apesar de ser muito emotivo, as piadas estão em todo lugar, até em momentos que não deveriam, o que atrapalha a experiência. A trilha sonora realmente dá a emoção e o ritmo do filme, com várias músicas do Guns N’ Roses.

Thor: Amor e Trovão é uma excelente história, com muito coração, humor e cenas de ação. O filme tem seus defeitos, principalmente alguns problemas de ritmo no começo, mas logo o roteiro toma forma e tudo se encaixa em uma das melhores histórias já contadas sobre o deus dos trovões. Contém duas cenas pós-créditos que vão deixar os fãs animados e felizes. O futuro de Thor e do núcleo de Asgard dentro do UCM ainda não foi anunciado ou totalmente traçado, mas começa a tomar forma com esse filme e parece muito interessante.

Onde assistir ao filme Thor: Amor e Trovão?

A saber, Thor: Amor e Trovão estreia exclusivamente nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, 7 de julho de 2022.

Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Nesse sentido, não deixe também de acompanhar o UltraCast, o podcast do Ultraverso:

https://app.orelo.cc/uA26 https://spoti.fi/3t8giu7

Trailer do filme Thor: Amor e Trovão

Elenco do filme Thor: Amor e Trovão

Chris Hemsworth Natalie Portman Christian Bale Tessa Thompson Taika Waititi Chris Pratt Dave Bautista Karen Gillian Sean Gunn Pom Klementieff Russel Crowe Vin Diesel Bradley Cooper

Ficha Técnica

Título original do filme: Thor: Love and Thunder Direção: Taika Waititi Roteiro: Taika Waititi e Jennifer Kaytin Robinson Duração: 119 minutos País: Estados Unidos Gênero: comédia, ação, aventura e fantasia Ano: 2022 Classificação: 12 anos

Ana Teresa Guida

Jornalista, grande entusiasta do MCU. Buscando seu lugar no mundo com a ajuda do cinema e da cultura pop.
3.5

Créditos Galáticos: 3.5

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme