Tokyo Vice crítica da série HBO Max

Foto: HBO Max / Divulgação

‘Tokyo Vice’, um suspense policial noir que explora o submundo da máfia japonesa

Jhone Silva

|

21 de junho de 2022

Antes de mais nada, é importante lembrar que Tokyo Vice é baseada no livro jornalístico autobiográfico de Jake Adelstein – o (susposto) protagonista da série -, que conta suas experiências investigativas no território nipônico. Desde o início, a produção surpreende por dois motivos. O primeiro e mais importante: Ela não é um daqueles trabalhos ocidentais onde o homem branco é o salvador da pátria em um país estrangeiro. Além disso, indo novamente na contramão de obras estadunidenses que se passam em países estrangeiros – especialmente orientais -, o idioma local é extensamente falado. Não apenas os personagens locais falam quase que exclusivamente sua língua, mas também Jake (Ansel Elgort), mostrando uma impressionante entrega do ator. Ambas características contribuem enormemente na imersão do telespectador na obra.

Através dos olhos e experiências de Jake, obtemos uma perspectiva privilegiada de dentro do conflito que está acontecendo na Yakuza, máfia japonesa, onde a clã que comanda Tóquio, liderada por um oyabun (Shun Sugata) já mais idoso e desacreditado, está em guerra eminente com uma clã periférico que tenta adentrar e comandar a capital japonesa, sendo esta última comandada pelo violento e ameaçador Shinzo Tozawa (Ayumi Tanida).

O cenário como protagonista

Anteriormente, coloquei Jake como suposto protagonista, pois em minha visão é a cidade de Tokyo que toma conta do protagonismo. Afinal, as ruas e becos claustrofóbicos de Tóquio somados à estética neo noir tornam a atmosfera urbana tão vibrante e tátil.

Personagens complexos

Aliás, até uma característica que poderia ser negativa, o ritmo lento, é brilhante por ser usado para desenvolver personagens profundos e psicologicamente densos. Dessa forma, Tokyo Vice vai muito além da daquele típico drama policial dualista, moralmente preto e branco, onde não existe camadas psicológicas a serem desenvolvidas. Em suma, Tokyo Vice é uma série que possui uma narrativa profunda, densa e, ao mesmo tempo, atraente. Além disso, constrói de forma brilhante e intensa camadas de desenvolvimentos em seus personagens e trama. Uma história sombria e misteriosa que deixa o telespectador ansioso para a segunda temporada, já confirmada pela HBO Max.

Onde assistir à série Tokyo Vice?

A saber, Tokyo Vice está disponível para assinantes da HBO Max desde o dia 7 de abril.

Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Não deixe de acompanhar o UltraCast, o podcast do Ultraverso:

https://app.orelo.cc/uA26

https://spoti.fi/3t8giu7

Trailer da série Tokyo Vice, da HBO Max

Tokyo Vice (HBO Max): elenco da série

Ansel Elgort
Ken Watanabe
Rachel Keller
Shô Kasamatsu
Ella Rumpf
Rinko Kikuchi

Ficha Técnica

Título original da série: Tokyo Vice
Criação: J.T. Rogers
Direção: Josef Kubota, Wladyka, Hikari, Michael Mann e Alan Poul
Roteiro: Jake Adelstein, Jessica Brickman, Karl Taro Greenfeld, Naomi Iizuka, Brad Kane, Arthur Phillips, J.T. Rogers e Adam Stein
Temporada: 1
Episódios: 8
Duração: 60 minutos
País: Estados Unidos
Gênero: Policial, drama e suspense
Ano: 2022
Classificação: 16 anos

Jhone Silva

Um jovem paulistano que aproveita a boemia da maior cidade brasileira, embora prefira ficar trancado em seu quarto lendo, assistindo, escutando e jogando e fazendo arte. Mas sempre com uma qualidade duvidável, é claro.
4.5
Créditos Galáticos:

Créditos Galáticos: 4.5

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme