‘Uma Invenção de Natal’ é apenas um filme correto

‘Uma Invenção de Natal’ é apenas um filme correto

Na véspera do Natal, uma garotinha vislumbra a sua lareira vendo algo diferente nas chamas, ao contrário de seu incrédulo irmão. Nisso, chega a avó que percebe a tristeza nos olhos de sua neta e decide contar uma história há muito guardada.

Então, com esse singelo começo, Uma Invenção de Natal (Jingle Jangle: A Chistmas Journey) começa a narrar a história de Jeronicus (Forest Whitaker), um inventor que recebe um ingrediente secreto para animar seus brinquedos e perde o rumo após ser roubado pelo aprendiz (Keegan Michael-Key) e perder a esposa.

Nisso, entra em cena a sua neta Journey (Madalen Mils). A jovem herdou o talento do avô para calcular coisas como o espetacular e o sensacional. E, como não poderia deixar de ser, vai colocá-lo de novo nos eixos.

Produção impecável

Aliás, um dos grandes méritos do musical do diretor e roteirista David E. Talbert para a Netflix é sua impecável produção. Filmada na Inglaterra e com belos figurinos em um elenco majoritariamente negro, também é permeada por animações em stop motion e efeitos digitais bem aplicados que, de fato, ajudam na narrativa.

Os números musicais, em si, também são bem executados e vão do gospel, passando pelo blues e o jazz, em cenários belissimamente montados e que nada devem às produções mais badaladas, chegando a empolgar em alguns momentos, mas algumas vezes surgindo sem a devida motivação.

Uma Invenção de Natal Netflix filme crítica

Foto: Netflix / Divulgação

Roteiro sem profundidade

Falando nisso e, apesar do esforço do cineasta, Uma Invenção de Natal realmente carece de um roteiro que dê mais profundidade aos personagens, principalmente no boneco dublado por Rick Martin, que deveria ser um vilão, mas se limita a fazer firulas de toureiro tal qual a versão espanhola de Buzz Lightyear em Toy Story 3.

Sem falar em um robozinho que é uma mistura visualmente interessante de E.T. e Wall-E, mas tão superficial que não se consegue fazê-lo interagir bem com os atores e que funcionaria bem melhor se fosse um animatrônico.

Destaque para a estreante Madalen Mills

Já o elenco principal cumpre bem os papéis que lhes são entregues, especialmente a estreante Mils, perfeitamente à vontade em seu primeiro filme e afinada na garganta, fazendo com que o a narrativa só decole quando ela entra em cena.

Por fim, Uma Invenção de Natal é um filme correto e com bons momentos para toda a família. Enfim, vale pelo menos a sentada pra assistir, já que todo mundo vai ter que ficar em casa nesse Natal mesmo.

TRAILER

YouTube video

FICHA TÉCNICA

Título original: Jingle Jangle: A Christmas Journey
Direção:
 David E. Talbert
Elenco: 
Forest Whitaker, Keegan-Michael Key, Hugh Bonneville, Madalen Mills
Distribuição: Netflix
Data de estreia:
 sex, 06/11/20
País: 
Estados Unidos
Gênero: 
fantasia, musical
Ano de produção: 
2020
Duração: 
119 minutos
Classificação: 
10 anos

7.0
saldo total
Créditos Galáticos: 7
1 user vote x 7.0
TAGS
Compartilhe


Leia também