‘365 Dias’ é entretenimento sem grandes pretensões

‘365 Dias’ é entretenimento sem grandes pretensões

“Massima” Potência.

“Está perdida, gatinha?”

Ah, os filmes eróticos! Quem nunca se deliciou com aquele prazer culposo de assistir a um filme onde a beleza do elenco ressalta magnificamente sobre a trama simplória e os diálogos novelescos, só pra ver corpos ardentes em ação?

Eventualmente a poderosa Hollywood emplaca uma ou outra obra do gênero, sendo o caso mais recente a franquia de filmes “50 Tons de Cinza”, baseada nos livros de E. L. James, autora que fez fama e fortuna ao explorar um romance açucarado com elementos de sadomasoquismo.

Ousadas cenas de sexo

Mas, com o advento dos serviços de streaming e a oportunidade de distribuir obras que passariam despercebidas pelo público mundial, a Netflix dá mais uma bola dentro com a produção polonesa 365 Dias (365 dni), dirigida a quatro mãos por Barbara Bialowas e Tomasz Mandes.

Recentemente, o filme esteve entre os trending topics do Twitter por suas ousadas cenas de sexo quase explícito entre os protagonistas vividos pelo italiano Michele Morrone e pela polonesa Anna Maria Sieklucka.

Aliás, um casal muito bem escolhido, já que Michele é o típico galã italiano cuja presença física dispensa maiores dotes interpretativos, enquanto Anna Maria é uma linda representante da beleza feminina do leste europeu, com carisma de sobra pra fazer jus ao papel.

Que história?

A história? Enfim, digamos que, nesse gênero, é o que menos importa. Em suma, a mocinha, carente e ignorada pelo namorado careca e barrigudo, é sequestrada por um pedaço de mau caminho com o sugestivo nome de Massimo, que aparece e some de vista como o Batman, é rico como Bruce Wayne e a leva para a Itália, com tudo do bom e do melhor, no intuito de fazê-la se apaixonar em até um ano. Daí os tais 365 Dias do título.

Mas, verdade seja dita, a produção se dá bem em diversos aspectos técnicos, como o design de produção e a fotografia, enchendo os olhos com a beleza dos protagonistas e fazendo um excelente uso das locações na Polônia e na Itália. Além disso, há um cuidado todo especial para evitar cenas de violência visando o público feminino e focar a ação no que realmente importa.

Enfim, 365 Dias, apesar de sua duração um tanto longa e roteiro meio que sem pé nem cabeça, cumpre seu papel como entretenimento sem grandes pretensões.

TRAILER

FICHA TÉCNICA

Título original: 365 dni
Direção: Barbara Bialowas, Tomasz Mandes
Elenco: Anna-Maria Sieklucka,Michele Morrone,Bronisław Wrocławski
Distribuição: Netflix
Data de estreia: dom, 07/06/20
País: Polônia
Gênero: erótico, drama, romance
Ano de produção: 2020
Duração: 114 minutos
Classificação: 18 anos

4.0
Créditos Galáticos
Créditos Galáticos: 6
4 user votes x 3.5
TAGS
Compartilhe