Ray Fisher publica carta aberta e confirma exclusão de The Flash

Ray Fisher publica carta aberta e confirma exclusão de The Flash

O ator Ray Fisher divulgou uma carta aberta em suas redes sociais confirmando que a Warner Bros o excluiu do elenco de The Flash. A saber, o filme, que tem previsão de estreia para 2022, deve ter suas gravações iniciadas em breve.

Esse é mais um capítulo da história que se desenrola desde que o ator denunciou os casos de racismo e comportamento inapropriado durante as refilmagens de Liga da Justiça. “O envolvimento do Ciborgue em The Flash era muito maior do que uma participação especial – e enquanto eu lamento a oportunidade perdida de trazer Victor Stone de volta à tela, expor as ações de Walter Hamada provará ser uma contribuição muito mais importante para o nosso mundo“, afirmou Fisher.

Ações de presidente DC Films teriam sido cruciais

Em seu texto, Ray Fisher fez duras críticas ao presidente da DC Films, Walter Hamada. O executivo teria tentado interferir na investigação independente conduzida a pedido da Warner. “Em 7 de julho de 2020, durante um telefonema de quinze minutos com Walter, fiz várias tentativas para que ele levasse em consideração minhas alegações de má conduta contra Joss Whedon, Geoff Johns e Job Berg pelos canais apropriados. Em vez de explanar a situação quando perguntado inicialmente, Walter menosprezou Joss Whedon e Jon Berg em uma tentativa de encobrir Geoff Johns“, disse o ator.

Walter Hamada (Divulgação/WarnerMedia)

WarnerMedia contradiz Ray Fisher

O conglomerado de mídia da Warner, no entanto, apresentou um versão diferente do caso. “Como foi afirmado anteriormente, uma extensa investigação foi conduzida por um escritório de advocacia externo, liderado por um ex-juiz federal que garantiu à WarnerMedia que não havia impedimentos para a investigação”, afirmou a WarnerMedia em comunicado divulgado via The Wrap.

No verão passado, o Sr. Fisher teve a oportunidade de repetir seu papel como Ciborgue em ‘The Flash’. Dada sua declaração de que não participará de nenhum filme associado ao Sr. Hamada, nossa produção agora está avançando. A Warner Bros. permanece trabalhando com Geoff Johns, que continua a produzir Stargirl, Batwoman, Doom Patrol, Superman & Lois e Titans para o estúdio, entre outros projetos”, conlcui o comunicado.

CEO da WarnerMedia também se pronuncia

Acredito em Walter Hamada e que ele não impediu ou interferiu na investigação”, disse Ann Sarnoff, presidente e CEO da WarnerMedia Studios and Networks Group, em seu próprio comunicado. “Além disso, tenho total confiança no processo e nas conclusões da investigação. Walter é um líder respeitado, conhecido por seus colegas, colegas e por mim como um homem de grande caráter e integridade“, acrescentou a executiva.

Vai comprar algo na Amazon? Apoie o Ultraverso comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa

Será o fim de Ray Fisher como Ciborgue?

Enfim, ainda não temos muitas informações oficiais sobre a trama do filme solo do velocista escarlate. Relatos, no entanto, dão conta de que o personagem Ciborgue não será reescalado.

Enquanto não descobrimos mais sobre o longa The Flash, ainda teremos uma última oportunidade de ver Ray Fisher encarnando o Ciborgue. Ele estará na nova versão de Liga da Justiça, que será lançada no HBO Max por Zack Snyder agora em 2021.

TAGS
Compartilhe


Leia também