Apesar de autorizados, cinemas permanecem fechados no RJ: ENTENDA!

Apesar de autorizados, cinemas permanecem fechados no RJ: ENTENDA!

Na última sexta-feira (11), o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou que os cinemas fechados do município poderiam reabrir a partir desta segunda-feira, 14 de setembro.

No entanto, as empresas exibidoras que atuam na capital carioca, embora reconheçam a importância da decisão do prefeito, decidiram que vão continuar com os cinemas fechados.

Isso porque elas não concordam com a decisão de Crivella de proibir a compra de comida e bebida nas bombonieres dos cinemas e do consumo dentro das salas.

De acordo com nota emitida pela associação, isso “inviabiliza o negócio”. Então, por conta disso, cinemas do Rio de Janeiro seguirão fechados.

Confira a íntegra do documento

“Os exibidores de cinema da cidade do Rio de Janeiro agradecem o reconhecimento do Prefeito de que nossas salas são tão ou mais seguras que restaurantes, salões de festa e academias. Os cinemas estão liberados para funcionar na cidade a partir de segunda-feira, 14 de setembro.

Entretanto, NÃO VAMOS ABRIR. Inesperadamente a prefeitura decidiu suspender a compra de comida e bebida nas bombonieres dos cinemas e o consumo dentro das salas. 

Isso inviabiliza o negócio. Não conseguimos pagar os salários dos nossos funcionários nem os outros custos relacionados à operação dos cinemas. Dentro das salas de cinema os clientes estarão sentados com distanciamento social garantido num ambiente cujo ar-condicionado promove renovação de ar contínua e é regulamentado em lei e fiscalizado.

O que nos diferencia de praças de alimentação de shoppings? O Rio escolhe um caminho de excepcionalidade em relação às demais prefeituras onde os cinemas estão voltando a funcionar. Lamentamos profundamente adiar mais uma vez essa reabertura, o que poderá acarretar o fechamento de salas numa cidade que já foi a capital do cinema.”

Sobre o fechamento dos cinemas

A pandemia do novo coronavírus, claro, foi a grande responsável pelos cinemas fechados no Rio de Janeiro. Então, os espaços estão proibidos de funcionar desde março. A ordem veio através de um decreto estadual publicado em uma edição extraordinária do Diário Oficial no dia 13 do referido mês.

Além disso, a Prefeitura do Rio de Janeiro também suspendeu eventos privados que dependem de alvará do município. E é exatamente o que acontece com os cinemas.

A saber, as medidas, a princípio, foram determinadas para 15 dias, mas, com o avanço da doença no estado, precisaram ser prorrogadas por diversas vezes.

Casos de coronavírus

Cinemas fechados no Rio de Janeiro à parte, o novo coronavírus continua tendo casos e provocando um grande número de mortes no país inteiro. De acordo com os números do consórcio de imprensa, são, ao todo, 4.330.219 casos confirmados e 131.663 mortes.

No Rio de Janeiro, no entanto, os casos têm diminuído. Segundo o último boletim do Governo do Estado, o Rio de Janeiro tem, no total, 16.990 óbitos e 242.491 casos confirmados. Há ainda 378 óbitos em investigação e 354 casos descartados. A capital carioca é disparada a cidade com maior número de mortes: 95.337.

Embora a queda de casos e óbitos seja bastante aparente, não é suficiente para a população relaxar. Há estados como Acre, Roraima e Ceará, por exemplo, que flexibilizaram as medidas e viram a situação piorar vertiginosamente. Só no Acre, o crescimento do número de casos chegou a 100%.

Então, se puder, fique em casa e se cuide. A vacina já está pra chegar. Assim esperamos.

TAGS
Compartilhe